Portuguese PT English EN Spanish ES
Conselheiro do CNJ destaca atuação do Judiciário de MT na área de saúde
Conselheiro do CNJ destaca atuação do Judiciário de MT na área de saúde
Foto: Alair Ribeiro/TJMT
Compartilhe

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) recebeu, na sexta-feira (10/6), o conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Richard Pae Kim, supervisor do Fórum Nacional do Judiciário para a Saúde (Fonajus). Ele conheceu as ações realizadas pelo órgão para aprimorar a prestação jurisdicional em relação a demandas relacionadas à saúde pública e privada.

O funcionamento do Comitê Estadual de Saúde e do Núcleo de Apoio Técnico (NatJus) do TJMT foram destaques nas apresentações. Ainda foi apresentado o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da Saúde, com números e o fluxo judicial. A unidade judiciária tem competência de atuação nos processos em que o polo passivo seja o governo de Mato Grosso de forma isolada ou em litisconsorte.

A visita integra agenda de trabalho do conselheiro do CNJ, que tem percorrido os estados para conhecer as práticas dos tribunais. “Fiquei muito impressionado com o trabalho do TJMT, a especialização da Vara [da Saúde], a organização e a criação do Núcleo de Apoio. A execução das decisões e também o trabalho que o Cejusc da Saúde tem feito demonstram o compromisso do Tribunal com a boa prestação jurisdicional. Vamos levar as experiências daqui para conhecimento do país, de outros NatJus.”

Pae Kim destacou as rotinas empregadas pela Justiça estadual no desenvolvimento das iniciativas e dos trabalhos voltados ao tema. “A forma como a execução das decisões têm acontecido em Mato Grosso, o procedimento, fluxo de trabalho, são muito interessantes. Vamos debater isso com outros magistrados e esperamos que as boas experiências possam ser adequadamente compartilhadas.”

Titular da Vara da Saúde e coordenador do NatJus no TJMT, o juiz José Luiz Leite Lindote apresentou o funcionamento da Vara, os resultados, o trâmite e os avanços que ocorreram desde a sua instalação. “Mostramos as questões práticas da judicialização, funcionamento e as medidas utilizadas para prestar um efetivo serviço ao jurisdicionado, bem como com otimização dos custos para o estado de Mato Grosso.”

O juiz Gerardo Humberto integra o Comitê de Saúde e apresentou panorama geral de todas as ações. “O Comitê tem por função analisar a questão da judicialização tanto da saúde pública e da suplementar. Fizemos uma exposição do trabalho que vem sendo feito no Comitê, aprovação do regimento interno, os webinários que são realizados uma vez por mês, as reuniões que ocorrem mensalmente.”

O NatJus no TJMT conta uma equipe composta por com 10 médicos, farmacêuticos e fisioterapeuta que atuam na elaboração de pareceres técnicos que auxiliam juízes e juízas a decidir sobre demandas encaminhadas às Justiça, seja pedido de medicamento ou outro procedimento médico. Mato Grosso foi um dos estados pioneiros a implantar o Núcleo. Em 2021, o NatJus atendeu 5.758 demandas e, em 2022, até o dia 9 de junho, foram atendidas 2.780 demandas.

Fonte: TJMT

Macrodesafio - Agilidade e produtividade na prestação jurisdicional

Macrodesafio - Garantia dos direitos fundamentais

A
Fechar Menu