Portuguese PT English EN Spanish ES
. . . . . .
Roraima realiza primeira sessão de júri popular por videoconferência
Roraima realiza primeira sessão de júri popular por videoconferência

Na manhã de segunda (18/4), teve início a primeira sessão de Júri Popular por videoconferência no Fórum Criminal Ministro Evandro Lins e Silva, em Roraima. Trata-se de um marco para o Judiciário roraimense, por ser a primeira sessão realizada na Região Norte e a segunda no Brasil. Presidida pelo juiz da 2ª Vara do Júri, Jaime Pla Pujades de Avila, a reunião do Júri contou com a presença do defensor público Stélio Dener e do promotor de Justiça Valmir Costa da Silva Filho.

O réu, Bruno Almeida da Silva, acusado por tentativa de homicídio, encontra-se recolhido na Penitenciária Federal do Rio Grande do Norte, por ser preso de alta periculosidade e integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Ele também é acusado por organização criminosa, tráfico de drogas e roubo, entre outros crimes graves.

Bruno encontra-se no presídio de segurança máxima por causa da operação integrada do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR), Ministério Público e Polícia Federal para desmantelar a organização criminosa em Roraima, que culminou com a decisão que determinou que os líderes e vários integrantes ligados ao PCC fossem encaminhados a presídios federais.

Como o deslocamento requer um grande aparato para garantia da segurança dos agentes e do próprio acusado, o que acarretaria gasto considerável aos cofres públicos, o TJRR e o Sistema Prisional do Rio Grande do Norte celebraram essa parceria para realização da sessão por meio de teleconferência.

Fonte: TJRR

A
Fechar Menu