Portuguese PT English EN Spanish ES
Campanha de adoção do CNJ bate recorde no Twitter, com 108 milhões de pessoas
  • CNJ
Campanha de adoção do CNJ bate recorde no Twitter, com 108 milhões de pessoas

A campanha #AdotarÉamor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ficou entre os sete assuntos mais comentados (Trending Topics) no Twitter em todo Brasil na manhã desta quinta-feira (25/5), Dia Nacional da Adoção. 

Mais de 108 milhões de pessoas foram alcançadas por posts que tinham a hashtag #AdotarÉamor, símbolo da campanha. Até às 15 horas de hoje, mais de 2 mil tuítes já tinham sido publicados em favor da ação de estímulo à adoção. 

A campanha contou com a adesão de figuras públicas, de astros da TV, de instituições e de clubes de futebol. “Ser mãe me proporcionou uma experiência de amor infinito. Adotar é amor”, diz a atriz Leandra Leal, em vídeo no Twiter. “Adotar é amor, e não é um amor pelo outro, é por você mesmo. Porque você não tem ideia do que você vai conhecer com a adoção. Tenha coragem: adote. A sua vida e o mundo só vão melhorar”, diz a apresentadora da Rede Globo Regina Casé.

 

   files/conteudo/imagem/2017/05/cf15066d9e3e187953248cecf430d2c8.png     files/conteudo/imagem/2017/05/a41daadbba0b14367295ee7bce0c25db.PNG

O jogador Marlone, do Atlético Mineiro, comentou sobre a sua experiência de ter sido adotado: “Graças à atitude dos meus pais, a adoção mudou minha vida. Eu fui adotado ainda na maternidade, mas existem milhares de crianças de todas as idades por todo o Brasil esperando para serem adotadas. Adotar é um gesto de amor, adote uma criança você também”. Outras figuras públicas como o ator  Lázaro Ramos e a cantora Elza Soares, entre outros, aderiram à campanha # AdotarÉamor.

Os Tribunais de Justiça de Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Ceará, Tocantins, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Rondônia, Amapá, Paraíba, Minas Gerais, São Paulo e Acre, bem como a Defensoria Pública de Roraima e o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, aderiram à campanha no Twitter.

Atualmente, de acordo com dados do Cadastro Nacional de Adoção (CNA), coordenado pela Corregedoria do CNJ, há 7.628 crianças aptas à adoção e 39.737 mil pessoas interessadas em adotar. No entanto, essa conta não fecha principalmente porque o perfil desejado por quem quer adotar não é compatível com aquele das crianças que estão à espera da adoção. A maior incompatibilidade se dá em relação à idade: 91% dos pretendentes do cadastro só aceitam crianças até seis anos, enquanto 92% das crianças têm entre 7 e 17 anos de idade. 

files/conteudo/imagem/2017/05/15a3b6212cf59a136ab5af07bdc7dcc3.png

Parceria com o Corinthians

No último domingo (21/5), os jogadores do Corinthians entraram em campo com a hashtag  #AdotarÉamor” estampada na camiseta alvinegra no  jogo contra o Vitória, na Arena Fonte Nova, em Salvador/BA, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. No Twitter, a ação alcançou 150 mil pessoas por meio da hashtag #AdotarÉamor. Ao longo do jogo, usuários da rede social reuniram as suas famílias, postaram fotos e mostraram apoio à adoção.

 

Luiza Fariello

Agência CNJ de Notícias

 

Fechar Menu