Portuguese PT English EN Spanish ES
. . . . . .
Vídeo da Justiça Eleitoral do Ceará explica gestão documental em cordel
Vídeo da Justiça Eleitoral do Ceará explica gestão documental em cordel

A Coordenadoria de Apoio Administrativo (COAPA) do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) produziu o vídeo “Papel: uma história de frente e(m) verso” contando, no compasso do cordel, registros do processo de descarte realizado pela Seção de Arquivo do TRE-CE e pelos cartórios eleitorais da capital e do interior do estado.

Assista ao vídeo no YouTube

Em três anos de vigência do Programa de Gestão Documental da Justiça Eleitoral do Ceará, a Comissão Permanente de Avaliação de Documentos, presidida pela COAPA, aprovou 79 processos de descarte de documentos, originados em 75 zonas eleitorais e na própria sede do TRE-CE. Até o último procedimento, realizado em 3 de novembro, foram descartados 49.758 protocolos SADP e milhares de outros documentos sem protocolo, contidos em 12.938 caixas de arquivo, que, enfileiradas equivalem a 2.458 metros, superior à distância entre a atual sede do Tribunal e o Fórum Eleitoral.

A quantidade de papel equivale a 25.876 resmas – mais que quatro vezes o consumo anual de papel A4 do TRE-CE – e pesaram, aproximadamente, 86 toneladas de documentos. Estima-se que, com a reciclagem do papel, foram poupadas 1.892 árvores que ocupariam espaço maior que o dobro da área verde da nova sede da Justiça Eleitoral cearense.

O descarte de documentos contribui com o Plano de Logística Sustentável (PLS) do Tribunal e é uma iniciativa de responsabilidade socioambiental, uma vez que a doação gera renda para aproximadamente 70 famílias de cooperados da Associação dos Catadores do Jangurussu, mediante a reutilização e a reciclagem de materiais, preservando recursos naturais empregados no processo de fabricação dos produtos consumidos pela população. A reciclagem também economiza outros recursos naturais como a água e a energia elétrica, assim como polui menos o ar e reduz a quantidade de resíduos sólidos em decomposição. Além disso, a utilização racional dos espaços físicos destinados ao arquivo de documentos atende aos princípios de economia e eficiência da Administração Pública.

Fonte: TRE-CE

A
Fechar Menu