Portuguese PT English EN Spanish ES
Covid-19: Relatório apresenta ações de comunicação para combate à pandemia no Pará
Covid-19: Relatório apresenta ações de comunicação para combate à pandemia no Pará
Foto: Érika M Nunes/TJPA

As ações de comunicação do Judiciário paraense, durante o período que alterou a rotina de todo o planeta, foram sintetizadas num documento de prestação de contas apresentado esta semana pelo diretor do Departamento de Comunicação do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), jornalista Linomar Bahia, ao presidente da instituição, desembargador Leonardo de Noronha Tavares. A comunicação foi um dos setores que ganharam relevância especial no apoio à atividade-fim do TJPA durante o enfrentamento à pandemia.

No documento, uma espécie de accountability, o setor relaciona as atividades e peças com as quais o Departamento e a Coordenadoria de Imprensa traduziram as orientações do grupo de trabalho intersetorial, coordenado pela Presidência do TJPA, para manter as atividades do Judiciário em meio à pandemia do novo coronavírus e garantir a segurança de servidores, magistrados e colaboradores  no retorno gradual ao trabalho presencial. O documento também foi entregue à vice-presidente da instituição, desembargadora Célia Regina Pinheiro.

Para executar as ações relacionadas no documento, o Departamento de Comunicação levou em conta o planejamento, as pesquisas e os estudos definidos em conjunto com a Presidência, Secretaria de Administração, Secretaria de Planejamento, Secretaria de Engenharia, Secretaria de Gestão de Pessoas, Coordenadoria de Saúde e outras unidades envolvidas no grupo de trabalho.

No total, a comunicação do TJPA produziu cerca de 1,4 mil matérias, spots, vídeos e peças gráficas para as redes sociais e para os veículos externos de comunicação. “Os principais serviços online do TJPA chegaram à população por meio de cards para o ambiente da web e notícias constantes para os veículos de imprensa”, destaca a prestação de contas do Departamento de Comunicação.

Segundo o jornalista Linomar Bahia, ferramentas digitais já utilizadas pelo TJPA, como as listas de transmissão do WhatsApp, foram ampliadas e se tornaram essenciais para difundir orientações emanadas do Grupo de Trabalho intersetorial, “no período em que o acesso aos meios tradicionais de comunicação se tornou limitado por conta do trabalho remoto. As informações passaram a chegar diretamente aos celulares de magistrados e servidores”.

Como quase todos os projetos e iniciativas encaminhadas durante a pandemia, o plano de comunicação do TJPA está sujeito a alterações, observa o diretor, mas procurou se antecipar para dar o tratamento adequado aos normativos, guias e notícias relacionadas às medidas do Judiciário paraense para conter a propagação do novo coronavírus. A criação da área “TJPA no combate ao coronavírus”, por exemplo, disponibiliza, em ordem cronológica, todas as Regulamentações do TJPA, Atos do CNJ e notícias produzidas pela comunicação do Tribunal relacionadas à pandemia.

Questões como direitos da mulher e de crianças e adolescentes, que se tornaram ainda mais vulneráveis no isolamento social, tiveram tratamento diferenciado nesse período, indicando os canais virtuais de ajuda e denúncia oferecidos pelo Judiciário. A exemplo do que ocorreu em todas as unidades judiciárias, as experiências e ensinamentos do trabalho remoto serviram para consolidar ações que se incorporaram definitivamente às práticas de comunicação e que servirão para aprimorar e apoiar os serviços que o Judiciário oferece à sociedade.

Fonte: TJPA

A
Fechar Menu