Portuguese PT English EN Spanish ES
Campanha em MT alerta situações de violência contra crianças e adolescentes
Campanha em MT alerta situações de violência contra crianças e adolescentes
Arte: TJMT

No primeiro semestre de 2021, 50.098 mil denúncias de violência contra crianças e adolescentes foram registradas no país. Desse total, 40.822 ocorreram dentro da casa da vítima, segundo dados do Disque 100. Em Mato Grosso, 320 ocorrências relacionadas ao abuso sexual de crianças foram registradas nos três primeiros meses deste ano.

Para alertar sobre situações de violência contra crianças e adolescentes, conscientizar e informar a população sobre a importância da denúncia, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) lançou nessa segunda-feira (22/11) a campanha “O monstro fora do conto”. A ação tem conteúdo lúdico nas redes sociais do TJMT, com exemplos de violências que ameaçam crianças e adolescentes, e materiais complementares das equipes do portal, rádio e TV com spot, reportagens, entrevistas, entre outros.

A campanha mostra que, em algum momento da vida, a criança deixa a fantasia para viver o mundo real e, nesta nova realidade, o monstro não está mais debaixo da cama. Ele pode ser aquele que ameaça matar a família, pode subornar e silenciar ou simplesmente pode fazer com que tudo pareça uma brincadeira. Mas a criança sabe e sente que há algo errado e os sinais aos adultos virão, por mais que alguns demorem a perceber.

O juiz responsável pela Coordenadoria da Infância e Juventude do TJMT, Tulio Duailibi Alves Souza explica que dar maior importância ao conhecimento à população é uma forma de prevenir qualquer tipo de violência infantojuvenil. “Quando mostramos através de uma campanha que é possível chegar às autoridades, garantimos voz às crianças e adolescentes dizendo pra eles que eles têm direito a um crescimento saudável. Ao tomarmos esse tipo de cuidado, levando acesso à informação, estimulamos esse crescimento saudável para criança e adolescente a fim de evitar que eles sofram qualquer tipo de violência física, emocional ou sexual que afetam o seu regular desenvolvimento.”

De acordo com o magistrado, a campanha é uma das ações que mostram a proximidade da Justiça estadual com toda a sociedade e principalmente a preocupação com esse público tão importante. “Quando lidamos com essa temática sobre criança e adolescente não há como o Poder Judiciário ficar alheio a um trabalho de integração com todos os atores que formam a rede de proteção e com a própria sociedade. Existe uma corresponsabilidade para garantir direitos e isso exige processo colaborativo, por isso temos que trabalhar com as políticas públicas da proteção e promoção dos direitos da criança e adolescente.”

Denúncias sobre qualquer tipo de violência contra crianças e adolescentes podem ser feitas de forma anônima pelo Dique 100 ou 197. A ligação é gratuita. As denúncias também podem ser feitas no Conselho Tutelar, órgão de proteção a crianças e adolescentes, existentes em todas as cidades.

Fonte: TJMT

Assista ao vídeo da campanha no YouTube

Macrodesafio - Garantia dos direitos fundamentais

A
Fechar Menu