Portuguese PT English EN Spanish ES
2ª Preparatória: reunião terá premiação por transparência e debate sobre Metas 2022
2ª Preparatória: reunião terá premiação por transparência e debate sobre Metas 2022
Arte: CNJ

Representantes dos tribunais e da Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário participam, nos dias 24 e 25 de agosto, da 2ª Reunião Preparatória para o 15º Encontro Nacional do Poder Judiciário. A programação inclui a premiação do Ranking da Transparência do Poder Judiciário 2021 e o acompanhamento da Estratégia Nacional do Poder Judiciário 2021-2026.

O Ranking, instituído pela Resolução CNJ n. 260/2018, é atualizado anualmente e busca valorizar os tribunais e conselhos que mais se destacam no fornecimento de informação de forma clara e organizada à sociedade. Além disso, a reunião servirá para o acompanhamento da Estratégia Nacional, por meio da apresentação, na terça-feira (24/8), dos resultados parciais das Metas Nacionais 2021.

No dia 25, as discussões ocorrem nas reuniões setoriais dos segmentos da Justiça para debate das propostas de Metas para o ano de 2022. Estas deverão ser validadas pela alta gestão dos 90 órgãos da Justiça no 15º Encontro Nacional do Poder Judiciário.

Conheça toda a programação

Justiça 4.0

A programação também traz apresentação de avanços em tecnologia e informatização no Judiciário por meio do Programa Justiça 4.0. As ações do programa têm como objetivo promover o acesso à Justiça com o uso de produtos desenvolvidos de forma colaborativa e que empregam novas tecnologias e inteligência artificial.

A 2ª Reunião Preparatória é realizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Da mesma forma da primeira reunião preparatória, realizada em maio deste ano, a segunda etapa será on-line por meio da plataforma virtual Cisco Webex. Para qualquer dúvida técnica ou para quem não recebeu o link, o contato é (61) 2326-5424 ou pelo e-mail cerimonial@cnj.jus.br.

Agência CNJ de Notícias

Assista ao primeiro dia de evento no canal do CNJ no YouTube

Assista à plenária final e ao encerramento no canal do CNJ no YouTube

A
Fechar Menu