Foto mostra um teclado de computador com uma lupa em uma tecla onde se vê a balança símbolo da Justiça.

CNJ começa a medir nível de transparência de portais do Judiciário

Os portais dos órgãos do Poder Judiciário, entre eles tribunais e conselhos, começam a ser avaliados este mês pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O objetivo é garantir transparência e acesso à informação aos cidadãos. Instituído pela Resolução CNJ n. 260/2018, o Ranking da Transparência é realizado anualmente e analisa

Foto mostra a mão de um homem usando um notebook sobre uma mesa de trabalho.

Webinário com tribunais esclarece sobre Ranking da Transparência 2024

O Departamento de Gestão Estratégica (DGE) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) promove, na terça-feira (20/2), o Webinário de Esclarecimentos sobre o Ranking da Transparência de 2024. O evento, que acontecerá das 14h às 15h, será realizado pela plataforma Cisco Webex e o link de ingresso pode ser acessado aqui

Foto mostra um teclado de computador com uma lupa em uma tecla onde se vê a balança símbolo da Justiça.

Conheça as regras do Ranking da Transparência do Judiciário 2024

As informações divulgadas nas páginas dos tribunais e conselhos na internet começarão a ser avaliadas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a partir de abril. Dados sobre gestão, Serviço de Informação ao Cidadão, Ouvidoria, Sustentabilidade e Acessibilidade, entre outros, estarão na lista dos itens a serem verificados, conforme orientação do

Foto mostra uma lupa à frente de uma martelo de juiz, o malhete.

CNJ publica resultado preliminar do Ranking da Transparência do Judiciário

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) publicou o resultado preliminar do Ranking da Transparência do Poder Judiciário, ano 2023. O ranking estimula os órgãos do Judiciário a disponibilizarem suas informações de forma mais clara e padronizada, tornando mais fácil e transparente o acesso aos dados pela sociedade. A partir da

Foto mostra uma lupa à frente de uma martelo de juiz, o malhete.

Regulamento da 6.ª edição do Ranking da Transparência é publicado pelo CNJ

Os critérios de avaliação e pontuação do Ranking da Transparência do Poder Judiciário 2023 foram publicados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na Portaria n. 57/2023. O objetivo da premiação é estimular tribunais e conselhos a disponibilizarem as informações de forma mais clara e padronizada à sociedade, tornando mais fácil

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Tribunal fluminense se destaca no Ranking da Transparência

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) conquistou o primeiro lugar na Região Sudeste no Ranking de Transparência 2022 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com o cumprimento de 88,06% dos requisitos estabelecidos pelo CNJ. O resultado do ranking foi divulgado durante reunião preparatória para o

Arte mostra gráfico com os resultados dos tribunais.

Judiciário do Amapá conquista 1º lugar no Ranking da Transparência

O Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) alcançou 100% e ficou em primeiro lugar no Ranking Nacional da Transparência do Poder Judiciário de 2022. Outros tribunais estaduais (TJBA, TJGO, TJPI e TJRR) e também de outros segmentos (como os TREs de Alagoas, Amapá, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato