Portuguese PT English EN Spanish ES
Paraíba mantém 1º lugar entre os tribunais de pequeno porte que mais despacham
Paraíba mantém 1º lugar entre os tribunais de pequeno porte que mais despacham
Arte: TJPB

Após 15 semanas de avaliação da produtividade do Judiciário durante o período de pandemia, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aferiu, em seu último ranking, disponibilizado nessa terça-feira (30/6), que a Justiça estadual paraibana se mantém em 1º lugar em relação aos tribunais de pequeno porte do país que mais despacham, no contexto dos trabalhos remotos. Na última semana, que considerou o período de 22 a 28 de junho, o TJPB produziu 12.316 despachos. O acumulado, que começou a ser contabilizado a partir do dia 16 de março, chega a 289.876.

Ainda conforme o Painel de Produtividade Semanal Covid-19/CNJ, o Judiciário estadual paraibano produziu, na 15ª semana de trabalho, 3.897 sentenças e 3.104 decisões. No período, 53.723 atos foram realizados por servidores. A soma dos números ao longo das semanas demonstra que os dados totalizam, no período, 81.908 sentenças – o que deu ao TJPB o 4º lugar –  76.047 decisões (6º lugar), bem como 1.297.057 atos produzidos por servidores (8º lugar).

Já a evolução dos despachos se comportou da seguinte maneira: na primeira semana (16/03 a 22/03), foram realizados 21.589; na segunda semana, 22.758. Na terceira, a média se manteve, chegando a 20.719. Na quarta semana, houve 12.559, seguidos de 22.358 na quinta semana e 17.597 na sexta. Na sétima (27 de abril a 3 de maio), o número foi 17.910. Já na oitava semana, foram 18.839 despachos. O número de despachos chegou a 22.248, na nona semana, seguida de mais 19.362 despachos na décima. A partir daí, a sequência dos dados foi:  21.314 (11ª), 21.361 (12ª), 19.920 (13ª) e 19.026 (14ª).

Para efeitos comparativos, o Painel considera como tribunais de pequeno porte, além do TJPB, os TJs do Mato Grosso do Sul, Rondônia, Rio Grande do Norte, Amazonas, Piauí, Alagoas, Sergipe, Acre, Roraima, Amapá e Tocantins, sendo que este último ainda não informou os dados para avaliação da última semana.

Fonte: TJPB

A
Fechar Menu