Portuguese PT English EN Spanish ES
Laboratório de Inovação abre vagas para assessoria técnica em ensino e pesquisa
Laboratório de Inovação abre vagas para assessoria técnica em ensino e pesquisa
Arte: Banco de Imagens

Estão abertas duas vagas para trabalhar remotamente no projeto de fortalecimento do Laboratório de Inovação e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (LIODS), coordenado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A seleção e contratação é realizada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), parceiro do CNJ no projeto.

As vagas são para os cargos de Associado e Analista Técnico em Metodologia de Pesquisa e Ensino. O contrato de trabalho terá validade de um ano, podendo ser prorrogado até a data limite de vigência do projeto. As pessoas interessadas podem se candidatar até o dia 17 de dezembro.

O LIODS é um instrumento da Política de Gestão da Inovação do Poder Judiciário, que aprimora as atividades e reforça a difusão da cultura da inovação na Justiça, além de modernizar métodos e técnicas de desenvolvimento dos serviços judiciários mais eficientes e ágeis.

Oportunidades

Para a vaga de Associado em Metodologia de Pesquisa e Ensino, é desejável que a pessoa candidata tenha experiência profissional com educação na modalidade a distância, inclusive na elaboração de conteúdos, e conhecimentos em metodologias de educação a distância e Objetivos Digitais de Aprendizagem.

Já para a vaga de Analista Técnico em Metodologia de Pesquisa e Ensino, é exigido que a pessoa possua graduação em Pedagogia e experiência em projetos ou iniciativas de coordenação pedagógica. Ainda é desejável que tenha, entre outros requisitos, experiência profissional com educação na modalidade a distância e conhecimento da Plataforma Moodle.

Agência CNJ de Notícias

Macrodesafio - Aperfeiçoamento da gestão administrativa e da governança judiciária

A
Fechar Menu