Portuguese PT English EN Spanish ES
. . . . . .
Justiça Federal avalia práticas de gestão para aprimorar serviços
Justiça Federal avalia práticas de gestão para aprimorar serviços

Conhecer o nível de maturidade da Justiça Federal em termos de governança é o objetivo do diagnóstico que começou a ser realizado na segunda-feira (30/11) nas unidades judiciais do segmento. Por meio de um questionário, a Secretaria de Estratégia e Governança do Conselho da Justiça Federal (CJF) pretende avaliar as práticas de gestão utilizadas pelos cinco tribunais regionais federais, pelas 27 seções judiciárias de todo o país e pelo próprio CJF, a fim de sugerir iniciativas que ajudem a aprimorar os serviços da Justiça Federal.

O questionário pretende mensurar 55 práticas de gestão que, implantadas, aumentarão a capacidade das organizações da Justiça Federal de concretizar as estratégias (objetivos, metas e iniciativas) definidas pela Resolução CJF 313/10/2014. O intuito do estudo é obter respostas que traduzam a real situação da governança das unidades judiciais. Por isso, a avaliação será respondida por representantes de cada tribunal ou seção judiciária com a concordância e chancela da autoridade máxima, ou seja, do presidente ou do diretor de foro.

As 85 questões apresentadas no levantamento descrevem práticas de gestão agrupadas em cinco dimensões: estrutura e funcionamento da rede de governança; gestão de pessoas e da informação; execução da estratégia – melhoria e inovação; monitoramento e avaliação dos resultados; e comunicação, relacionamento institucional e transparência. Os dados coletados serão analisados estatisticamente para obter um indicador que permita mensurar o índice geral de governança das unidades judiciárias da Justiça Federal, denominado iGovJF.

De acordo com o secretário de Estratégia e Governança do CJF, Ivan Bonifácio, o diagnóstico de governança da Justiça Federal é uma inovação que permitirá ao CJF, futuramente, “expedir um conjunto de recomendações para melhoria do desempenho de suas unidades judiciais – com vistas a alcançar um Judiciário mais efetivo, rápido, acessível – realizada a um custo adequado. O alvo final dessa iniciativa são os usuários do Sistema de Justiça Federal”.

O gestor ressaltou ainda que TRFs e Seções Judiciárias deverão responder ao questionário até o dia 10 de dezembro. Maiores informações podem ser obtidas no Observatório da Estratégia da Justiça Federal, pelo link www.cjf.jus.br/observatorio, clicando-se no banner.

Fonte: Justiça Federal

A
Fechar Menu