Portuguese PT English EN Spanish ES
Usuários e usuárias podem avaliar Portal CNJ de Boas Práticas do Judiciário
Usuários e usuárias podem avaliar Portal CNJ de Boas Práticas do Judiciário
Compartilhe

Usuários e usuárias do Portal CNJ de Boas Práticas do Poder Judiciário podem avaliar a funcionalidade e o desempenho do sistema que reúne iniciativas exitosas realizadas pelos tribunais. O formulário de avaliação tem o objetivo de captar a percepção das pessoas que utilizam a ferramenta sobre navegabilidade, confiabilidade, clareza e utilidade da plataforma para a submissão de práticas e localização de informações que permitam a disseminação.

Participe e responda ao formulário de avaliação

Atualmente, 48 ações aprovadas pelo Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estão publicadas no portal. A plataforma foi criada em 2019 para receber, avaliar, divulgar e estimular a adoção de iniciativas com resultados comprovados realizadas pelos órgãos do Judiciário. A ferramenta fomenta o alcance da Estratégia Nacional do Poder Judiciário 2021-2026, com o compartilhamento de práticas que promovem a melhoria continuada da gestão administrativa e da prestação de serviços à população.

A inscrição e a comunicação com proponentes são realizadas pelo próprio Portal, inclusive permitindo acompanhar o andamento da análise da prática. Lá, ainda traz informações para a replicação de procedimentos, metodologias ou ferramentas que se mostraram eficientes e melhoraram o fluxo de atividades de um tribunal, contribuindo para elevar a eficiência de outras unidades.

As iniciativas são inscritas em 15 eixos temáticos. Alguns deles, como Desburocratização, Gestão Processual, Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação e Conciliação e Mediação subsidiam seleções de prêmios, inclusive em parceria com o Instituto Innovare, o que amplia a visibilidade das práticas e sua aplicação em todo o Brasil.

Agência CNJ de Notícias

A
Fechar Menu