Portuguese PT English EN Spanish ES
Tribunal eleitoral de Santa Catarina estabelece política de gestão da memória
Tribunal eleitoral de Santa Catarina estabelece política de gestão da memória
Foto: STM

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) instituiu, no dia 31 de agosto, a Política de Gestão da Memória do Tribunal. A implementação ficará a cargo da Comissão de Gestão da Memória do TRE-SC. O grupo atuará no fomento e na implementação de ações voltadas à gestão, preservação e difusão, bem como na interlocução e cooperação entre as áreas de arquivo, Centro de Memória Desembargador Adão Bernardes, biblioteca e gestão documental.

A iniciativa atende ao estabelecido pela Resolução nº 324/2020 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que institui diretrizes e normas para a realização dos trabalhos, definidas no Programa Nacional de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário (Proname). “Para o TRE-SC, representa o preenchimento de uma lacuna na gestão da informação voltada ao fomento das ações de preservação e difusão da memória da Justiça Eleitoral catarinense”, ressaltou o coordenador de gestão da informação do Tribunal, Edmar Sá.

As ações desenvolvidas para preservar e garantir o acesso à história e memória da Justiça Eleitoral do estado estão reunidas no Portal da Memória do TRE-SC. No espaço, é possível acessar documentos, publicações, imagens, fotos e vídeos, além de catálogos de objetos e mobiliários do acervo museológico.

Fonte: TRE-SC

A
Fechar Menu