Portuguese PT English EN Spanish ES
Laboratório de Inovação contrata pesquisador sênior especialista em Direito
Laboratório de Inovação contrata pesquisador sênior especialista em Direito
Arte: CNJ
Compartilhe

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) selecionam currículos para preenchimento de vaga de Pesquisador(a) sênior especialista em Direito para atuar no Laboratório de Inovação e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (LIODS/CNJ). As inscrições devem ser feitas até quarta-feira (26/1).

Acesse o edital e saiba como fazer a inscrição

As pessoas interessadas devem ter graduação em Direito e pós-graduação em área correlata, concluídas em instituições de ensino superior reconhecidas pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC). Também é exigida experiência – profissional ou acadêmica – mínima de dois anos nas áreas de Justiça e Direitos Humanos ou afins e experiência em extração, tratamento e análise de dados.

A contratação pelo período de sete meses ocorre no âmbito do projeto BRA/19/012, em articulação com a equipe do CNJ e do Pnud. A pessoa selecionada irá realizar pesquisas bibliográficas, conduzir análises qualitativas dos programas e políticas relacionados aos ODS, promover o tratamento e análise de dados de sistemas do CNJ e de bases de dados de outras instituições, elaborar materiais analíticos a partir de dados e informações coletadas e contribuir na formulação de relatórios técnicos de acompanhamento e implementação da pesquisa qualitativa conforme periodicidade acordada com a coordenação do projeto.

Laboratórios de Inovação

O LIODS/CNJ foi disciplinado pela Resolução CNJ n. 395/2021, que instituiu a Política de Gestão da Inovação no âmbito do Poder Judiciário. Ele integra a Rede de Inovação do Poder Judiciário Brasileiro (RenovaJud), cuja finalidade é tornar a inovação um processo contínuo no permanente aprimoramento do serviço judicial.

Jeferson Melo
Agência CNJ de Notícias

Macrodesafio - Aperfeiçoamento da gestão administrativa e da governança judiciária

A
Fechar Menu