Portuguese PT English EN Spanish ES
Justiça Eleitoral gaúcha reúne com segurança pública para tratar das eleições 2020
Justiça Eleitoral gaúcha reúne com segurança pública para tratar das eleições 2020
Foto: TRE-RS

Os preparativos para as eleições 2020 foram o tema da reunião realizada última terça-feira (28) entre o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador André Luiz Planella Villarinho, e o vice-governador e secretário de segurança pública do estado, delegado Ranolfo Vieira Júnior, o superintendente da Polícia Federal no RS, delegado José Antonio Dornelles de Oliveira, o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Rodrigo Mhor Picon, e também com o subchefe de Polícia do Rio Grande do Sul, delegado Fábio Motta Lopes.

O encontro ocorreu de forma virtual e contou ainda com a participação do procurador regional eleitoral, Fábio Venzon, do titular da Delegacia Regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado, delegado federal Alessandro Lopes, e do chefe da Delegacia de Defesa Institucional, delegado federal João Luiz Correa da Rocha. Também se manifestaram pelo TRE-RS o diretor-geral, Josemar Riesgo, o secretário judiciário, Rogerio Vargas e o gerente do Núcleo de Ouvidoria, Augusto Schulz.

Os participantes, de forma unânime, decidiram não ser necessário utilizar força federal no RS, medida que é alvo de consulta pelo TSE a todos os estados, por entenderem que a Segurança Pública do RS, representada pela Brigada Militar e Polícia Civil, somada à Polícia Federal, têm plenas condições de garantir a segurança das eleições, dos eleitores e mesários, bem como as autoridades envolvidas no pleito.

Além de abordar aspectos gerais de segurança do dia das eleições 2020, a reunião teve por objetivo coordenar esforços dos órgãos envolvidos no sentido de combater a desinformação, as chamadas “notícias falsas”, que tanto ameaçam a lisura das eleições.

O pleito está marcado para o próximo dia 15 de novembro em todo o país, em primeiro turno, ficando para o dia 29 de novembro o segundo turno, nas cidades onde houver necessidade.

Fonte: TRE-RS

A
Fechar Menu