Portuguese PT English EN Spanish ES
Consumo de papel cai 45% na Justiça Federal no Amapá
Consumo de papel cai 45% na Justiça Federal no Amapá

A Seção Judiciária do Amapá (SJAP) finalizou 2016 com resultados positivos nas ações para racionalizar gastos e o consumo consciente de materiais e serviços, conforme previsto na Resolução CNJ 201/2015 e no Plano de Logística Sustentável da Seccional (PLS-SJAP).

Segundo o Relatório de Desempenho de Metas do PLS-SJAP (2016), a SJAP foi além das metas fixadas para alguns temas e conseguiu reduzir em 44,5% o consumo de papel; 58,6% o consumo de copos descartáveis; 63,5% o consumo de toner; 8,3% o consumo de energia elétrica e 8,2% o consumo de combustível.

Houve, ainda, aumento na participação de servidores em ações de qualidade de vida no ambiente de trabalho (27,4%) e em ações de capacitação e sensibilização para a sustentabilidade (65,7%). Outras iniciativas também foram destacadas pelo relatório, entre elas a implantação do gerenciamento de resíduos sólidos gerados no edifício-sede da SJAP.

Autos findos — Todo o resíduo resultante dos trabalhos de eliminação de autos findos da Seccional foi destinado aos núcleos responsáveis segundo os critérios de responsabilidade social e de preservação ambiental, com a reciclagem (fragmentação do papel, plástico das capas e colchetes) e reutilização de caixas de plástico que acondicionavam autos findos (resíduo ainda servível). Assim, mais de 400 caixas foram doadas à Secretaria de Educação do Município de Macapá (Semed). “O material será distribuído para diversas escolas municipais. Será muito bem-vindo”, comentou Adelson Guedes, chefe do Setor de Transporte da SEMED, ao receber as caixas.

Fonte: TRF1

A
Fechar Menu