Portuguese PT English EN Spanish ES
Mutirão do TJRR fecha R$ 5 milhões em acordos com o Banco do Brasil
Mutirão do TJRR fecha R$ 5 milhões em acordos com o Banco do Brasil

Durante a realização da 14a Semana Nacional da Conciliação, promovida pelo Conselho Nacional de Justiça em todo país, na primeira semana de novembro, o Cejusc (Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Capital) do Tribunal de Justiça de Roraima realizou, em parceria com o Banco do Brasil, mais uma pauta especial com audiências de conciliação, concluindo com uma ampliação de resultados a parceria.

Nos quatro eventos realizados com a empresa parceira durante este ano de 2019, foram recebidas 159 reclamações pré-processuais, com comparecimento voluntário dos clientes em 62 audiências, das quais 31 resultaram em acordos, o que totaliza o volume de R$ 5.434.776,51 homologados.

O objetivo desse projeto, segundo o juiz auxiliar da Presidência do TJRR, Aluizio Vieira, foi solucionar o conflito de forma simplificada e célere, antes de se tornar um processo na Justiça, criando um ambiente seguro, com mais conforto e privacidade às partes e aos advogados durante as sessões que são conduzidas por um conciliador ou mediador, como terceiro imparcial, garantindo, para tanto, que os participantes possam manifestar seu interesse.

Para essa ação específica da Semana Nacional da Conciliação, o Banco do Brasil encaminhou reclamações pré-processuais selecionadas pela própria instituição financeira, com demandas de cobrança que ainda não haviam sido ajuizadas, envolvendo contratos de financiamento, cartões de crédito e consignações. Os clientes foram chamados para participar da sessão de conciliação por convites enviados pela empresa parceira.

Visando ampliar as possibilidades de uma negociação que resultasse em acordo vantajoso para todos os envolvidos, o Banco do Brasil apresentou propostas diferenciadas aos clientes atendidos pelo Cejusc e garantiu a análise das contrapropostas apresentadas. Além disso, com a realização do acordo, também se comprometeu a promover a baixa em eventuais restrições ao crédito tão logo seja iniciado o pagamento da primeira parcela do acordo firmado entre as partes.

Das audiências que foram designadas neste último evento, foram realizados acordos que resultaram no montante de R$ 489.914,75 negociados, com índice de conciliação de 80% de êxito nas sessões realizadas pelo Cejusc de Boa Vista. Todas as sessões foram conduzidas por conciliadores e mediadores treinados e capacitados pelo TJRR.

O Cejusc Cível de Boa Vista está localizado no Fórum Cível Advogado Sobral Pinto, na Praça do Centro Cívico, nº 666, Centro, andar térreo, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, atendendo as demandas pré-processuais e processuais na área Cível e Fazendária; e processuais, na de Família e Juizados Especiais Cíveis. O telefone de contato é (95)3198-4781.

Fonte: TJRR

A
Fechar Menu