Portuguese PT English EN Spanish ES
. . . . . .
Vara da Mulher realiza “adesivaço” em Araguaína
O “adesivaço” idealizado pela Vara Especializada no Combate à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher na última terça-feira (25/11), em Araguaína, apresentou um resultado bastante positivo. A ação foi estrategicamente realizada no Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher. Foram distribuídos dois mil folders, 500 camisetas da campanha e dois mil adesivos em locais como Unidade de Pronto Atendimento, Unidades Básicas de Saúde, escolas e creches municipais, nas instituições de ensino superior (UFT e Facdo), Defensoria Pública e principais semáforos da cidade.

A campanha teve como objetivo conscientizar as mulheres para que denunciem seus agressores, bem como sensibilizar e orientar os homens a não praticarem atos de violência contra as mulheres. A vara contou com a colaboração da imprensa local na divulgação prévia. Durante o evento, houve também colaboração de motoristas, pedestres e da sociedade em geral, contribuindo assim para a efetivação dos objetivos.

A iniciativa foi coordenada pela juíza titular Cirlene Maria de Assis Santos Oliveira, e segundo ela, atos de violência contra a mulher são cada vez mais comuns na cidade e precisam ser prevenidos. “Hoje, a Vara Especializada, que foi criada em 2010, possui cerca de 4,5 mil feitos em trâmite, o que é um número considerável. É importante que as mulheres tenham coragem de denunciar seus agressores e que haja uma conscientização geral sobre as implicações da violência baseada no gênero”, ressaltou a magistrada.

O evento teve uma boa receptividade por parte da sociedade araguainense, com a participação efetiva do sexo masculino, inclusive com casos marcantes. Um senhor ao ser abordado pela equipe, aceitou adesivar seu carro, estacionou e fez questão colocar o adesivo pessoalmente, afirmando ser um ex-agressor.

Fonte: TJTO

A
Fechar Menu