Portuguese PT English EN Spanish ES
Última sessão presidida por Ayres Britto é destaque do CNJ no Ar

Na edição desta quarta-feira (14/11), o programa CNJ no Ar, transmitido pela Rádio Justiça, mostra os detalhes da última sessão plenária presidida pelo ministro Ayres Britto. O ministro se aposenta e deixa a presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF) no próximo dia 18. Durante a 158ª sessão, foram assinados dois termos de parcerias: o primeiro relacionado a ações que buscam melhorar as condições das unidades de internação de adolescentes em conflito com a lei no Distrito Federal; o segundo refere-se à contratação de detentos pela ECT no âmbito do Programa Começar de Novo, do CNJ. A equipe da Rádio Justiça acompanhou o evento e traz as principais informações.

No bloco seguinte, o programa apresenta aos ouvintes a Central de Conciliação de Brasília, inaugurada pela Seção Judiciária do Distrito Federal (SJDF). A central, instituída em outubro, é responsável por buscar a pacificação de conflitos judiciais antes e durante o processo. Para falar mais sobre a instalação da Central de Conciliação, a equipe entrevista a juíza federal Gilda Sigmaringa Seixas, coordenadora do Núcleo de Conciliação do Distrito Federal.

O programa CNJ no Ar consiste em uma parceria do CNJ com a Rádio Justiça. É transmitido pela Rádio Justiça, de segunda a sexta-feira, a partir das 10h, na frequência 104,7 FM, e também pode ser acessado pelo site www.radiojustica.jus.br.

Agência CNJ de Notícias

A
Fechar Menu