Portuguese PT English EN Spanish ES
Foto mostra uma bancada de plenário. Sentado, ao centro, está o secretário-geral do CNJ falando. À esquerda dele, há uma mulher e um homem também sentados. E, à direita dele, duas mulheres e um homem sentados.

Comitiva do CNJ monitora implantação do Justiça 4.0 no Pará

O Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) recebeu, na quinta-feira (7/4), comitiva do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e apresentou o trabalho do tribunal local para implementar o Programa Justiça 4.0 para dar maior celeridade em suas 339 unidades judiciárias, com o uso da tecnologia. “Não se trata apenas do

Foto mostra pessoas participantes da reunião em pé, no plenário do TJAP, posando para a foto.

No Amapá, CNJ avalia implantação do Justiça 4.0 e da Plataforma Digital

O Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) recebeu, na quarta-feira (6/4), comitiva do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para realização do encontro local do Programa Justiça 4.0 e Plataforma Digital do Poder Judiciário. O objetivo destas reuniões é alinhar e avaliar a adesão de cada tribunal. O presidente do TJAP,

Ilustração mostra o perfil de uma cabeça humana, com o cérebero iliminado e interligado por diversos pontos coloridos.

Pesquisa do CNJ mapeia iniciativas de inteligência artificial no Judiciário

Os tribunais podem enviar até esta sexta-feira (8/4) informações para a pesquisa sobre projetos de inteligência artificial no Judiciário brasileiro. O mapeamento vai identificar projetos que estejam em fase de pesquisa, desenvolvimento ou implantação ou em uso nos tribunais. O levantamento está sendo feito por meio de formulário disponibilizado pelo Conselho

Foto mostra as mãos de uma mulher negra segurando um celular. Na tela, se vê a logomarca do programa Justiça 4.0.

Justiça 4.0 completa um ano com avanços na inovação tecnológica do Judiciário

Tornar a prestação de serviços de Justiça mais eficiente, eficaz e acessível à sociedade, otimizando a gestão processual: essa é uma das premissas do Programa Justiça 4.0, que completou um ano em janeiro. Diversos avanços na agenda de transformação digital do Judiciário estão integrando os tribunais de todo o país,

Foto mostra um monitor de computador com a logomarca do SIGMA.

Iniciativa do TRF3 que facilita produção de minutas é premiada pelo Innovare

O Projeto Sigma – Ranqueamento de modelos de atos judiciais a partir de peças processuais, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), foi a iniciativa premiada em 2021 pelo Prêmio Innovare na categoria CNJ/Tecnologia. A ferramenta já havia sido escolhida pelo Portal CNJ de Boas Práticas do Poder Judiciário,

Inteligência artificial vai dar agilidade à gestão de processos no Judiciário

Desenvolver algoritmos de inteligência artificial que classifiquem de forma automatizada processos judiciais nos sistemas eletrônicos, simplificando e reduzindo custos do Judiciário. Este é o objetivo do Projeto Classificação Processual, parceria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e Universidade de Fortaleza (Unifor) lançada

Foto mostra as mãos de uma pessoa usando um notebook. Na tela do equipamento, tem a logomarca do programa Justiça 4.0.

Justiça 4.0 representa liderança na implementação de tecnologia no setor público

“Em matéria de inovação tecnológica, o Judiciário brasileiro está à frente dos outros poderes. É uma verdadeira referência mundial”. Foi assim que o juiz auxiliar e coordenador do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Alexandre Libonati, iniciou a apresentação das principais iniciativas do

Inteligência artificial: ferramenta busca processos por similaridade na Bahia

O Núcleo de Tecnologia e Inovação da Coordenação dos Juizados Especiais do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) desenvolveu uma ferramenta de busca de processos por similaridade com uso de inteligência artificial. Na sua primeira utilização, a partir de uma solicitação do Centro de Inteligência do TJBA, o programa localizou

A
Fechar Menu