Portuguese PT English EN Spanish ES
Servidores são capacitados para atuar na virtualização do 2º grau

     Teve início, na tarde de terça-feira (29/1), na Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal), a capacitação de 21 servidores do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) para que possam dar assistência aos gabinetes e secretarias do tribunal durante a virtualização do 2º grau. O curso pretende formar replicadores para atuar como facilitadores na identificação das principais dificuldades do processo virtual.

O desembargador Fernando Tourinho, presidente da Comissão de Virtualização do Tribunal de Justiça de Alagoas, evidenciou as principais dificuldades de utilização das ferramentas do sistema e aconselhou aos futuros replicadores, disseminadores de conhecimento, que identifiquem, em seus setores, os problemas para que sejam resolvidos durante o curso. “Estamos elegendo funcionários por câmeras, para que sejam agentes replicadores e auxiliem nos órgãos dos quais são representantes. Este é o momento de trazer dificuldades e tirar dúvidas durante as aulas práticas”, disse o presidente da Comissão de Virtualização.

Expectativas – O treinamento tem 8 dias de duração, das 14h30 às 17h30, sendo 4 dias para os servidores da secretaria e distribuição e 4 dias para os servidores dos gabinetes. As representantes da Softplan Wanessa Kelly Amorim Rodrigues e Fernanda Aurora Cavalcante, assim como a servidora Dayana Ferreira, ministraram o curso tirando dúvidas e apresentando os principais problemas apontados por magistrados e servidores do TJ. A capacitação termina no dia 7 de fevereiro.

“Se contagiarmos todos os desembargadores, servidores de gabinetes, dentre outros servidores do tribunal da importância do processo de modernização, teremos, de 70% a 80% dos problemas minimizados, se tivermos esses replicadores em cada unidade”, salientou Tourinho. Ele reforçou ainda a necessidade de “procurar uma cultura de privilegiar o compartilhamento de conhecimento, durante esse processo de virtualização”.

     O diretor adjunto de Tecnologia da Informação (Diati), José Baptista dos Santos Neto, também esteve presente à capacitação e incentivou os colegas. “A tecnologia privilegia quem dela sabe se utilizar. Aproveitem o treinamento para se aprofundar nessa tecnologia que vai melhorar a qualidade de seus trabalhos”, comentou Baptista.

     Em reunião em 16 de janeiro com a Comissão de Informática do TJ/AL e os representantes da empresa Softplan, foram traçados os objetivos da formação dos replicadores para a virtualização do 2º grau.

Fonte: TJAL

A
Fechar Menu