Portuguese PT English EN Spanish ES
Página do CNJ atinge 1º lugar em repercussão
Página do CNJ atinge 1º lugar em repercussão

A página do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no Facebook se mantém, há dois dias, em primeiro lugar em repercussão entre os perfis de órgãos públicos de todo o mundo. São 479.457 pessoas curtindo, compartilhando ou comentando as publicações do órgão criado para aperfeiçoar o sistema judiciário brasileiro.

O número coloca o CNJ acima de páginas como a da Agência Espacial Americana (Nasa), que chegou a 467.613 pessoas.

Apesar da pequena diferença, proporcionalmente a página do CNJ ainda está com número superior de admiradores virtuais em relação à página da Nasa. Enquanto o CNJ tem 950 mil fãs, com 50,4% desse total repercutindo, a Nasa conta com mais de 7 milhões de fãs, mas apenas 6,68% repercutem seu material.

O CNJ também está à frente de páginas como as do Ministério da Saúde, Exército Brasileiro, Casa Branca, Prefeitura de Curitiba, Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ministério da Justiça, Superior Tribunal de Justiça (STJ), Supremo Tribunal Federal (STF), Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e Senado Federal.

Em setembro, no Dia da Independência, apenas um post do CNJ alcançou 1 milhão e 500 mil pessoas. O post “Já Raiou a Liberdade no Horizonte do Brasil” foi o campeão do mês, gerando 85.849 curtidas, comentários e compartilhamentos.

O CNJ entrou na rede social de maior destaque no mundo em abril de 2011 e desde então vem conseguindo conquistar cerca de 4 mil novos fãs por semana. Por dia, são postadas quatro publicações sobre os mais diversos assuntos do universo jurídico além de temas relacionados à cidadania e meio ambiente.

O Brasil é o segundo país com maior número de usuários do Facebook no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos da América (EUA).

Regina Bandeira
Agência CNJ de Notícias

A
Fechar Menu