CNJ julga prejudicada a reclamação sobre bloqueio de R$ 2,5 bi no Pará

Compartilhe

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) julgou nesta terça-feira (26/04) prejudicada a Reclamação Disciplinar nº 0007997-15.2010.2.00.0000, que analisa a decisão da juíza Vera Araújo de Souza, titular da 5ª Vara Cível em Belém (PA). Em sua decisão, a juíza confirmou a existência e bloqueio de R$ 2,3 bilhões no Banco do Brasil, em favor de uma pessoa física.
O julgamento da reclamação estava suspenso por um pedido de vista do ministro Cezar Peluso, presidente do CNJ. Ao retomar o caso, o ministro Peluso julgou prejudicada a reclamação, pois o autor do processo judicial que pedia a liberação da verba desistiu da ação. A decisão do ministro Peluso foi acompanhada por unanimidade pelos conselheiros do CNJ.

Luiza de Carvalho
Agência CNJ de Notícias