Portuguese PT English EN Spanish ES

Manutenção programada do CNJ impactará SEI e Sisbajud

O Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realizará uma manutenção programada na sua infraestrutura. Nesta quinta-feira (21/4), o trabalho realizado causará indisponibilidade momentânea nos sistemas Sistema Eletrônico de Informações (SEI). No domingo (24/4), o Sistema de Busca de Ativos do Poder Judiciário (Sisbajud)

Foto mostra uma pessoa segurando um extrato bancário em frente a um caixa eletrônico.

Um ano de SisbaJud: depósitos judiciais para pagamento de credores cresceram 21%

Em seu primeiro ano de operação integral, o Sistema de Busca de Ativos do Poder Judiciário (Sisbajud) registrou alta de 21% nos depósitos judiciais destinados ao pagamento de credores nos processos de dívidas reconhecidas pela Justiça. Em 2021, os valores recuperados por meio das penhoras on-line autorizadas somaram R$ 18,9

Foto mostra o ministro Luiz Fux, sentado na bancada principal do Plenário do CNJ, segurando a cartilha. À esquerda dele, na foto, está o conselheiro do CNJ Richard Pae Kim. À direita, está a juíza auxiliar da Presidência do CNJ Doris Canen.

Parceria com o INPI permite proteção do patrimônio imaterial do CNJ, afirma Fux

Os programas de computador, pesquisas e projetos desenvolvidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estão sendo registrados como propriedade intelectual pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Para o presidente do CNJ, ministro Luiz Fux, a parceria entre os órgãos permitiu a proteção do trabalho realizado para o aperfeiçoamento da

Ações de direitos humanos e tecnologia marcaram ações do CNJ em 2021

As iniciativas voltadas para a defesa dos direitos humanos e a digitalização da Justiça foram destacadas pelo presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, durante a sessão de encerramento do Ano Judiciário, nesta sexta-feira (17/12). Ao apresentar o balanço das atividades

Novas funcionalidades do Sisbajud serão apresentadas na próxima quarta (24/11)

Os resultados mais recentes e as últimas inovações do Sistema de Busca de Ativos do Poder Judiciário (Sisbajud) serão apresentados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na próxima quarta-feira (24/11), a partir das 14h. A reunião será com juízes, juízas e profissionais dos tribunais por meio da plataforma Cisco Webex.

Tendu00eancia u00e9 que a recuperau00e7u00e3o de ativos para pagamento de du00edvidas em processos judiciais aumente com BanceJud. FOTO: Arquivo

Bloqueio de bens para pagar credores impulsiona cumprimento de decisões judiciais

Robusta plataforma eletrônica de rastreamento de patrimônio de devedores para o pagamento de dívidas reconhecidas judicialmente, o Sistema de Busca de Ativos (Sisbajud), utilizado por juízes e juízas dos cinco segmentos de Justiça, foi responsável por R$ 104,62 trilhões em bloqueios em contas bancárias e de investimento entre 2009 e

Reunião Sisbajud com instituições financeiras. FOTO: Luiz Silveira/Agência CNJ

Aperfeiçoamentos do Sisbajud buscam efetividade das execuções

O Sistema de Busca de Ativos do Poder Judiciário (Sisbajud) utilizado pelo Judiciário para bloquear bens de devedores para o pagamento de dívidas reconhecidas pela justiça garantiu ao longo deste ano R$ 18,5 bilhões em valores transferidos aos credores. O montante transferido até outubro é maior que o total resgatado

A
Fechar Menu