Portuguese PT English EN Spanish ES
Foto mostra cinco pessoas em uma bancada com computadores participando do treinamento e, em primeiro plano, um homem em pé orientando um dos alunos.

Corregedoria Nacional recebe demandas diretamente da população de Amazonas

Pessoas com demandas em andamento na Justiça e advogados e advogadas amazonenses foram atendidos diretamente pela Corregedoria Nacional de Justiça na quarta-feira (4/5) durante inspeção anual realizada no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Além de esclarecimento de dúvidas, elas puderam relatar excesso de prazo processual e possíveis infrações disciplinares

Foto mostra o ministro Luiz Fux, sentado na bancada principal do Plenário do CNJ, segurando a cartilha. À esquerda dele, na foto, está o conselheiro do CNJ Richard Pae Kim. À direita, está a juíza auxiliar da Presidência do CNJ Doris Canen.

Parceria com o INPI permite proteção do patrimônio imaterial do CNJ, afirma Fux

Os programas de computador, pesquisas e projetos desenvolvidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estão sendo registrados como propriedade intelectual pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Para o presidente do CNJ, ministro Luiz Fux, a parceria entre os órgãos permitiu a proteção do trabalho realizado para o aperfeiçoamento da

Foto mostra mulher, sentada e de costas para a foto, utilizando o SEEU em um computador.

CNJ e Condege dialogam sobre melhorias no Sistema Eletrônico de Execução Unificado

A qualificação contínua do Sistema Eletrônico de Execução Unificado (SEEU), ferramenta do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que integra os processos de execução penal do país em tempo real, foi pauta de reunião recente entre o Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de

Foto mostra mulher, sentada e de costas para a foto, utilizando o SEEU em um computador.

AL: SEEU é definido como único sistema de tramitação de execução penal

O Sistema Eletrônico de Execução Unificado (SEEU) passou a ser o único meio eletrônico para tramitação dos processos judiciais de execução penal no âmbito da Justiça Comum e Militar de primeiro grau em Alagoas. A normativa que regulamenta o uso do sistema tem o objetivo de atender medidas instituídas pelo Conselho

Foto mostra mulher, sentada e de costas para a foto, utilizando o SEEU em um computador.

SEEU: atualização reforça atenção a pessoas em vulnerabilidade cumprindo pena

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) atualizou o Sistema Eletrônico de Execução Unificado (SEEU), plataforma que integra processos de execução penal em todo o país, com mudanças que permitem maior atenção às populações em situação de vulnerabilidade. O grupo inclui gestantes, mães, pais e responsáveis por crianças e pessoas com

Foto mostra dois monitores acessando o PJe. No que está em destaque, é possível ler "O PJe está em todos os estados brasileiros".

Eficiência: versão 2.2 do PJe promete integração, rapidez e redução de custos

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lançou, nesta terça-feira (8/2), a nova versão do Processo Judicial eletrônico (PJe 2.2), que tem como maior diferencial a integração do PJe à Plataforma Digital do Poder Judiciário, permitindo a interoperabilidade sistêmica. A implantação da versão, liberada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), disponível

Comarca de Miracema conclui digitalização de processos.

Mais de 75% dos processos já foram virtualizados nas varas maranhenses

Varas e juizados especiais do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) já passaram 220.475 processos judiciais cíveis e criminais do papel para o computador desde o início do processo de virtualização do acervo remanescente em meio físico, em fevereiro de 2019. Esse é o total, até o dia 17 de janeiro

Identificação e documentação de pessoas presas chega a cinco estados em 2021

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) concluiu, na última semana, o primeiro ciclo de missões de lançamento da Ação Nacional de Identificação e Documentação Civil de Pessoas Presas. O objetivo é criar fluxos permanentes com instituições locais e nacionais para a emissão de até 12 tipos de documentos a pessoas

Ações de direitos humanos e tecnologia marcaram ações do CNJ em 2021

As iniciativas voltadas para a defesa dos direitos humanos e a digitalização da Justiça foram destacadas pelo presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, durante a sessão de encerramento do Ano Judiciário, nesta sexta-feira (17/12). Ao apresentar o balanço das atividades

A
Fechar Menu