Portuguese PT English EN Spanish ES
Foto mostra em destaque os pés de um bebê, com imagem fora de foco, deitada em um berço.

Judiciário quer aprimorar entrega voluntária de crianças

A criação de um sistema humanizado e capacitado para acolher a mãe que cogita entregar o filho ou a filha para adoção é um debate que vem movimentando representantes do Poder Judiciário e especialistas. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) está na fase final da elaboração de uma proposta de

Logomarca do 2º Prêmio Prioridade Absoluta.

Divulgado resultado final do Prêmio Prioridade Absoluta 2022

Priorizar a infância por meio de projetos de proteção e respeito aos direitos das crianças. Esse é o objetivo do Prêmio Prioridade Absoluta, criado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que já tem os vencedores da segunda edição, depois da análise dos recursos apresentados pelos participantes. A cerimônia de premiação

Foto mostra visão geral do Plenário do CNJ durante a audiência pública.

Adoção: sistema de Justiça e sociedade fazem sugestões sobre entrega voluntária

A criação de um sistema humanizado e capacitado para acolher a mãe que cogita entregar o filho ou a filha para adoção é uma das principais preocupações de representantes do Poder Judiciário e de especialistas. Durante audiência pública promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nessa quarta-feira (1º/6), participantes apresentaram

Adou00e7u00e3o

Ferramenta nacional de busca ativa amplia possibilidades de adoção

As crianças e adolescentes que aguardam por adoção no Brasil têm agora mais uma ferramenta para facilitar esse processo: trata-se da busca ativa nacional, que pode promover o encontro entre pretendentes habilitados e as crianças aptas à adoção que tiverem esgotadas todas as possibilidades de buscas nacionais e internacionais de

Foto mostra visão lateral do Plenário do CNJ durante a cerimônia.

Judiciário se une a outros poderes na priorização da Educação

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) faz parte desde a terça-feira (17/5) do Pacto Nacional pela Educação, compromisso de órgãos e entidades públicas e privadas em prol da efetividade da educação pública brasileira. A assinatura de adesão ocorreu em Brasília, e, com a medida, o Conselho passa a integrar o

Foto de mãos de crianças, com uma segurando o braço da outra em uma brincadeira.

Quarenta e duas práticas avançam no Prêmio Prioridade Absoluta 2022

Ações dedicadas à adoção de crianças, ao combate ao racismo, ao apoio a famílias em situação de vulnerabilidade e ao enfrentamento à institucionalização de jovens estão entre os 42 projetos pré-selecionados para concorrerem ao Prêmio Prioridade Absoluta edição 2022. A lista foi divulgada nesta terça-feira (17/5) pelo Fórum Nacional da

Foto mostra, na bancada principal do Plenário do CNJ, a secretária nacional de Atenção à Primeira Infância do Ministério da Cidadania, Luciana Siqueira, sentada à esquerda da foto e a juíza auxiliar da Presidência do CNJ Trícia Navarro, sentada á sua direita.

Signatários mostram ações para fortalecer Pacto pela Primeira Infância

Dez indicadores sociais sobre a primeira infância estão reunidos em uma única ferramenta tecnológica lançada em evento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Seminário realizado nos dias 28 e 29 de abril reuniu órgãos e entidades que aderiram ao Pacto Nacional pela Primeira Infância para apresentar avanços e percepções sobre

Foto mostra em destaque os pés de um bebê, com imagem fora de foco, deitada em um berço.

Pesquisa aponta necessidade de proteger crianças durante separações litigiosas

Apesar do equilíbrio no número de processos litigiosos e consensuais na dissolução de casamentos no Brasil, um total de 230 mil ações litigiosas evidencia o potencial de envolvimento de crianças em conflitos entre seus pais e mães. A constatação é da pesquisa “Proteção da Criança na Dissolução da Sociedade Conjugal”,

Foto mostra um homem e um menino se abraçando, felizes, em um parque.

Busca ativa será incorporada ao Sistema Nacional de Adoção

O Brasil conta, atualmente, com aproximadamente 2,2 mil crianças e adolescentes que, apesar de acolhidas e aptas à adoção, não encontram pretendentes habilitados. Para contribuir com a solução deste problema, diversos tribunais de Justiça do país implantaram projetos de busca ativa, ações que têm se mostrado efetivas para promover esses

A
Fechar Menu