Portuguese PT English EN Spanish ES
files/conteudo/imagem/2017/09/fc7ce1e3c883cd17eaf651b00a45dd7b.jpg

A Ouvidoria do CNJ foi criada pela Resolução n. 67, de 3 de março de 2009, e é coordenada pelo Ouvidor-Geral, função exercida por um dos conselheiros, conforme a Resolução n. 103, de 24 de fevereiro de 2010. O conselheiro-ouvidor é a autoridade no CNJ responsável pelo monitoramento e implementação da Lei de Acesso à Informação.

Atualmente, a função de ouvidora-geral do CNJ é exercida pela conselheiro André Luis Guimarães Godinho, eleito ouvidor-geral na 300ª Sessão Ordinária, em 5/11/2019, juntamente com o ouvidor-substituto, o Conselheiro Valtércio de Oliveira, eleito na 285ª Sessão Ordinária do CNJ, em 19/2/2019. 

Fechar Menu