A gestão pública participativa como vetor para alinhamento e integração da Escola da Magistratura Regional Federal da 2ª Região

Autores

Palavras-chave:

Escola da Magistratura Regional Federal da 2ª Região, Projeto Político Pedagógico, Uniformização e melhor capacitação de magistrados e servidores, Gestão pública participativa

Resumo

A pesquisa esmiúça o Projeto Político Pedagógico (PPP) da Escola da Magistratura Regional Federal da 2ª Região (EMARF), vinculada ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), com vistas a descortinar aspecto relevante para a uniformização e melhor capacitação de magistrados e servidores. Objetiva fazer uma análise do documento mencionado para deslindar fator levantado para conceber o alinhamento e integração da Escola. Metodologicamente trata-se de uma pesquisa documental, com procedimento bibliográfico, desiderato exploratório e abordagem qualitativa. Infere-se que a gestão pública participativa se revela como ponto-cerne para o alcance do alinhamento e integração da Escola. Por isso, deduz-se que o tipo de gestão adotado otimiza os serviços da Escola, a influir na uniformização e melhor capacitação dos cursistas.

Biografia do Autor

Erica de Sousa Costa, Centro de Estudos Avançados de Processo (CEAPRO)

Especialista em Gestão Pública pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Acadêmica do Curso de Pedagogia pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) – Campus Balsas. Advogada.

Leonardo Mendes Bezerra

Doutor em Educação pela Universidade de Sorocaba; Mestre em Ciências Ambientais pela UniEVANGÉLICA; Licenciado em Pedagogia pelo Centro Universitário Internacional (UNINTER); Licenciado em Filosofia pela PUC-Goiás; Professor Assistente II no Curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Maranhão – Campus Balsas.

Downloads

Publicado

2022-06-21