Portuguese PT English EN Spanish ES
Vara da Infância atesta qualidade de entidades de acolhimento
Vara da Infância atesta qualidade de entidades de acolhimento
As instituições de acolhimento Bezerra de Menezes e Lar da Criança Padre Cícero receberam da Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal (VIJ/TJDFT) atestado de qualidade e eficiência pelo trabalho desenvolvido diretamente à criança e ao adolescente. Nos termos da Resolução nº 71, de 11 de dezembro de 2014, do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente do Distrito Federal (CDCA-DF), o atestado emitido pela VIJ-DF é requisito para renovação do registro ou concessão de registro excepcional a essas entidades.

Os critérios e procedimentos para expedição do atestado estão previstos na Portaria VIJ nº 4, de 13 de fevereiro de 2014, obedecendo previsão legal contida no Estatuto da Criança e do Adolescente. O ato revogou os termos da Portaria VIJ nº 18, de 5 de setembro de 2014, que tratava do assunto.

Segundo a Portaria VIJ nº 4, o procedimento para emissão do atestado pode ser iniciado por determinação judicial ou a pedido da entidade de atendimento. A emissão do documento está condicionada à satisfação de critérios como a existência de projeto político-pedagógico na entidade, comprovação do registro e de sua renovação no CDCA/DF, inexistência de processos de apuração e irregularidade da instituição ou de processos referentes a penalidades aplicadas ao dirigente de entidade. Além disso, leva-se em conta o resultado das constantes visitas realizadas pela equipe interprofissional da VIJ-DF às entidades, que avalia in loco o atendimento prestado à criança e ao adolescente.

O juiz titular da VIJ-DF, Renato Scussel, intimou as entidades Bezerra de Menezes e Lar da Criança Padre Cícero sobre a expedição do atestado de qualificação, durante as audiências concentradas, realizadas nas dependências das instituições em 29 de janeiro e 12 de fevereiro, respectivamente. Maria da Glória Nascimento de Lima, que acolhe crianças e adolescentes abandonados desde 1974 e fundou formalmente a Padre Cícero em 1984, ficou agradecida pelo reconhecimento. A entidade atualmente atende crianças de 6 a 18 meses de idade. “Agradeço à equipe técnica da VIJ, à Defensoria e ao Ministério Público, que colaboram sempre com o nosso trabalho. Com isso, a nossa equipe tende a melhorar cada vez mais”, disse a dirigente.

Fonte: TJDFT

A
Fechar Menu