Portuguese PT English EN Spanish ES

Brasil disponibiliza nova plataforma de apostilamento

Mais intuitiva, mais simples e totalmente passível de ser replicada por outros países. Essa é a E-apostila, nova plataforma de apostilamento brasileira criada pela equipe de tecnologia do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e apresentada nesta sexta-feira (18/10) para a comunidade internacional no 11º Fórum Internacional do Programa de Apostila

11o Fórum Internacional do Programa de Apostila Eletrônica (e-APP) da Haia

Realizado anualmente pela Hague Conference on Private International Law (HCCH), o 11º Fórum Internacional do Programa de Apostila Eletrônica (e-APP) da Haia promoverá o debate de novas tecnologias que possam aprimorar a operação e a eficácia do processo de autenticação de documentos realizados por meio da Convenção de Apostila de

Apostilamento de Haia. FOTO: Luiz Silveira/Agu00eancia CNJ

Fórum Internacional da Apostila da Haia motiva parceria de CNJ e cartórios

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Ministério das Relações Exteriores (MRE) promoverão o 11º International Forum on the eletronic Aposlile Program (e-APP) da Conferência da Haia de Direito Internacional Privado (HCCH). O fórum será realizado em Fortaleza (CE) entre os dias 16 e 18 de outubro de 2019 em parceria

FOTO: Gil Ferreira/Agu00eancia CNJ

Cartórios apostilaram mais de 1,8 milhão de documentos em 2018

Mais de 1,8 milhão de documentos foram apostilados em 2018 pelos cartórios brasileiros. O montante é recorde e está quase 500 mil apostilamentos acima do registrado no ano anterior. Na opinião de especialistas, o acesso mais fácil é o principal motivo para o crescimento. De acordo com dados do Conselho

Apostila da Haia: quase três milhões de documentos em dois anos

Quase três milhões de documentos já foram apostilados desde a entrada em vigor da Convenção da Haia, há exatamente dois anos, na data de 14 de agosto de 2016. Somente nos oito primeiros meses deste ano foram mais de 1 milhão de documentos. São Paulo e Rio de Janeiro lideram

Todas as capitais oferecem o serviu00e7o e cartu00f3rios do interior brasileiro tambu00e9m se habilitaram para oferecu00ea-lo. FOTO: Luiz Silveira/Agu00eancia CNJ

Mais de 5.700 cartórios estão autorizados a fazer apostilamento

Cerca de 5.770 cartórios de todo o país já estão habilitados para fazer o apostilamento de documentos para uso no exterior. Desde 2016, quando entrou em vigor a Convenção da Haia, os serviços de notas e de registro de todas as capitais brasileiras e do Distrito Federal são obrigados a

Entre as modificau00e7u00f5es feitas em Provimento do CNJ estu00e1 a equiparau00e7u00e3o de diplomas escolares a documentos pu00fablicos. FOTO: Luiz Silveira/Agu00eancia CNJ

Apostila da Haia: Diplomas escolares serão reconhecidos em 112 países

A Corregedoria Nacional da Justiça atualizou o Provimento 62 para aprimorar o procedimento de apostilamento de documentos públicos em todos os Tribunais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal. Entre as modificações está a equiparação de diplomas escolares a documentos públicos, uma determinação da própria Convenção da Haia.  A

Tratado agiliza a legalizau00e7u00e3o de documentos entre os 112 pau00edses signatu00e1rios da Convenu00e7u00e3o da Haia. FOTO: Luiz Silveira/Agu00eancia CNJ

Convenção da Haia: mais de 1,9 milhão de documentos já apostilados 

Quase dois milhões de documentos já foram apostilados pelos cartórios nacionais após a entrada em vigor no Brasil da Convenção da Apostila da Haia. Especialistas comemoram o número de documentos e a redução de um ano para 24 horas no prazo para legalização de documentos do País.  “A entrada em

Deslocar sem autorizau00e7u00e3o uma crianu00e7a da sua residu00eancia no Brasil para outro pau00eds configura subtrau00e7u00e3o internacional.FOTO: Arquivo CNJ

CNJ Serviço: sequestro internacional de crianças

Deslocar ou reter, sem autorização, uma criança ou adolescente menor de 16 anos da sua residência habitual no Brasil para outro país configura subtração internacional, também chamado sequestro internacional. A prática, de acordo com a Convenção da Haia, é caracterizada quando a transferência do menor for ilícita ou quando houver

CNJ coordena e regulamenta a aplicau00e7u00e3o da Convenu00e7u00e3o da Apostila da Haia no Brasil. FOTO:Arquivo

Convenção da Haia: 1,5 milhão de documentos já foram apostilados

Em pouco mais de um ano de vigência da Convenção da Apostila da Haia no Brasil, que legaliza atos públicos estrangeiros, mais 1,5 milhão de documentos foram apostilados pelos mais de seis mil cartórios já cadastrados pela Corregedoria Nacional de Justiça para realizar o serviço. Os dados são até dia

Fechar Menu