Portuguese PT English EN Spanish ES
Produção acadêmica sobre primeira infância será debatida nesta quinta (12/8)
Produção acadêmica sobre primeira infância será debatida nesta quinta (12/8)

Entender o cenário da produção de conhecimentos acadêmicos sobre a primeira infância no país, buscando fomentar a produção e as análises de pesquisa quantitativa. Este é o objetivo da próxima edição dos Seminários de Pesquisas Empíricas Aplicadas às Políticas Judiciárias, nesta quinta-feira (12/8), às 17h, com transmissão ao vivo pelo canal do CNJ no YouTube.

Durante o encontro, será apresentado o estudo “Pesquisas acadêmicas relacionadas à primeira infância no brasil: uma descrição bibliométrica”. Ele está organizado em quatro eixos: Mulheres presas e adolescentes em regime de internação que estejam grávidas e que sejam mães de crianças até seis anos de idade; Proteção da criança na dissolução da sociedade conjugal; Destituição de poder familiar, adoção e tráfico de crianças; Famílias acolhedoras e unidades de acolhimento.

A pesquisa foi elaborada pela equipe de consultoria do projeto “Diagnóstico da Situação de Atenção à Primeira Infância no Sistema de Justiça”. Ela contou com o financiamento do Fundo de Defesa de Direitos Difusos do Ministério da Justiça e Segurança Pública e com a parceria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

Seminários

Os Seminários de Pesquisas Empíricas Aplicadas às Políticas Judiciárias têm como objetivo a discussão de pesquisas voltadas ao sistema de Justiça e a troca de experiências entre os setores público, acadêmico e de outras pessoas interessadas na produção de pesquisas empíricas e metodologias de geração de dados.

Reveja as edições anteriores e tenha acesso aos estudos divulgados

João Carlos Teles
(sob supervisão de Márcio Leal)
Agência CNJ de Notícias

Assista ao Seminário no canal do CNJ no YouTube

A
Fechar Menu