Portuguese PT English EN Spanish ES
Penitenciária de Pedrinhas inaugura duas salas de videoconferência
Penitenciária de Pedrinhas inaugura duas salas de videoconferência

Em uma parceria do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) com o Governo do Maranhão, foram inauguradas, no último dia 7/11, duas salas de videoconferência no Complexo Penitenciário de São Luís (Pedrinhas), que vão permitir audiências a distância por juízes do Fórum Desembargador Sarney Costa – Calhau. As salas foram entregues pelo governador do estado, Flávio Dino, e pelo presidente do TJMA, desembargador Cleones Cunha, durante a instalação da Portaria Unificada e de diversas obras de infraestrutura no complexo. O evento contou com a presença de secretários estaduais, juízes, promotores e outras autoridades.

As salas de videoconferência são interligadas com outros espaços semelhantes disponíveis no Fórum do Calhau, através de sistema informatizado, permitindo a oitiva de internos via internet, sem necessidade de deslocamento. “Essa medida vai diminuir a locomoção dos presos, evitando riscos e aumentando a segurança, além de reduzir custos”, frisou o desembargador Cleones Cunha.

Humanização – O governador Flávio Dino inaugurou diversos novos espaços no complexo, como parlatórios, salas da Ordem dos Advogados (OAB) e da Defensoria Pública, além da nova portaria que unifica o acesso às unidades prisionais existentes no Complexo Penitenciário. Na ocasião, o governador ressaltou a importância dos investimentos no enfrentamento da complexa realidade do Maranhão, tanto em relação às obras físicas quanto à inclusão de centenas de apenados em projetos de trabalho e educação, numa união de esforços que também busca recuperar a credibilidade do sistema prisional do Estado. “Nenhuma pessoa é destituída totalmente de direitos e todos são iguais perante a lei, cabendo ao Estado fazer chegar a todas as pessoas os direitos garantidos em lei”, avaliou.

O acesso de visitantes passará a ser feito pela portaria unificada, equipada com scanner corporal, extinguindo a revista pessoal. “Atendemos assim a uma antiga reivindicação dos advogados e familiares dos apenados, pondo fim a essa forma de humilhação e estabelecendo condições dignas de atendimento e respeito aos direitos humanos”, salientou o secretário estadual de Direitos Humanos, Francisco Gonçalves.

Durante o evento também foram lançados os projetos Cartão Benefício, Integração e Cidadania – que garante o pagamento mensal de internos que trabalham dentro das unidades prisionais –, e o Selo de Qualidade Trabalho com Dignidade, que identifica trabalhos confeccionados pelos internos.

O desembargador Cleones Cunha também ressaltou que as melhorias de condições no tratamento dos presos garantem o respeito à dignidade, contribuindo ainda para transformar a imagem da penitenciária de São Luís. “Hoje testemunhamos essa nova realidade, que cumpre aquilo que determina a lei no tratamento das pessoas que cumprem pena”, observou.

Fonte: TJMA

A
Fechar Menu