.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
FOTO: Gil Ferreira/Agência CNJ
FOTO: Gil Ferreira/Agência CNJ

O conselheiro Aloysio Correa da Veiga foi o homenageado da 296ª Sessão Ordinária do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Esta foi a última sessão da qual fez parte. Para a vaga, tomará posse, na próxima segunda-feira (16/9), o ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Emmanoel Pereira. 

Correa da Veiga participou do Conselho por dois anos e volta agora para o TST, seu tribunal de origem. O presidente do CNJ, ministro Dias Toffoli, discorreu sobre os feitos do ex-conselheiro durante seu mandato, lembrando, entre outras ações, da participação dele na atualização da Resolução 75/2019, que trata do ingresso na carreira da magistratura, e no relatório sobre a atuação dos magistrados nas redes sociais.

“É com tristeza que teremos que nos despedir”, lamentou Dias Toffoli. Os elogios foram reverberados pelos demais conselheiros do CNJ.  “Precisamos transformar o CNJ em um conselho de estabelecimento de políticas públicas para mostrar para a sociedade o que o Poder Judiciário pode oferecer para os jurisdicionados, para a sociedade”, destacou Aloysio Correa da Veiga. 

Posse

O ministro Emmanoel Pereira foi indicado pelo TST para ocupar a vaga do CNJ, destinada ao tribunal. Ministro do Tribunal Superior do Trabalho em vaga destinada a advogado pela Constituição Federal, integra o Tribunal Pleno e atua como Presidente da 5ª Turma do Órgão. A posse dos ministro será realizada na próxima segunda-feira (16/9).

Paula Andrade
Agência CNJ de Notícias