Portuguese PT English EN Spanish ES
PE: Justiça Eleitoral lança coleção digital de documentos históricos
PE: Justiça Eleitoral lança coleção digital de documentos históricos
Compartilhe

Em um trabalho contínuo e articulado de difusão da memória institucional e do processo eleitoral, o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) disponibilizou, na terça-feira (2/8), uma nova coleção de documentos históricos na sua plataforma digital: a Memória Eleitoral Pernambucana. A data é simbólica. Às 13h do dia 2 de agosto de 1932, foi instalado o TRE-PE, em solenidade realizada na sala de sessões do antigo “Superior Tribunal de Justiça” de Pernambuco (atual Tribunal de Justiça de Pernambuco).

Na coleção Memória Eleitoral Pernambucana, três documentos do vasto acervo histórico do Tribunal estão disponíveis. Um livro manuscrito traz as primeiras resoluções do TRE-PE, editadas a partir de 1950. Também é possível conhecer a íntegra do processo de registro de candidatura de Miguel Arraes ao cargo de governador do estado, no ano de 1962.

Conheça o Acervo Documental da Justiça Eleitoral de Pernambuco

E um documento inédito, agora disponível para pesquisadores, pesquisadoras, jornalistas e sociedade pode subsidiar novas investigações sobre o processo eleitoral e a história política do Recife. O processo trata de um recurso eleitoral interposto pelo abolicionista e político José Mariano Carneiro da Cunha contra a revisão do alistamento eleitoral da Junta Eleitoral municipal do Recife, em 1898 – 34 anos antes da instituição da Justiça Eleitoral.

Fonte: TRE-PE

Macrodesafio - Fortalecimento da relação interinstitucional do Judiciário com a sociedade

A
Fechar Menu