Portuguese PT English EN Spanish ES
. . . . . .
JME-RS com o CNJ na campanha Crack Nem Pensar

A Justiça Militar gaúcha está ao lado do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ajudando a promover a campanha de combate ao uso do crack, cujo objetivo é conscientizar a população sobre as conseqüências da droga e seus efeitos para o usuário e família. A substância tem sido uma das protagonistas do aumento das taxas de criminalidade e da destruição de núcleos familiares em todo o Brasil.

A partir de uma ação de sucesso iniciada no Rio Grande do Sul pela RBS – Rede Brasil Sul de Comunicação, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lançou no dia 26 de junho, Dia Internacional de Combate às Drogas, campanha nacional de prevenção e combate ao uso do crack. A campanha tem o apoio do Instituto Crack, nem Pensar e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

O CNJ também vai distribuir aos tribunais brasileiros 10 mil exemplares de cartilha produzida por especialistas para a campanha. A ideia é disseminar as informações por meio das Coordenadorias da Infância e Juventude dos tribunais.  O presidente do CNJ, ministro Cezar Peluso, acredita que a prevenção é a melhor forma de combate ao uso do crack, “indiscutível fator de aumento das taxas de criminalidade, violência e outros problemas sociais”.

Conheça a campanha e baixe o material no site da JME-RS (http://www.tjmrs.jus.br/artigos/campanha.asp)

Fonte: Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça Militar (TJM-RS)

A
Fechar Menu