Portuguese PT English EN Spanish ES
Há um ano, Supremo realizava a primeira sessão por videoconferência
Há um ano, Supremo realizava a primeira sessão por videoconferência
Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

Na sessão de julgamento da última quinta-feira (15/4), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Luiz Fux, relembrou que, há um ano, o Plenário realizava a primeira sessão por videoconferência. A necessidade foi em observar as medidas de contenção e isolamento social adotadas no país em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A convocação das sessões por videoconferência foi feita pelo então presidente do STF, ministro Dias Toffoli, conforme a Resolução 672/2020. Assim, foi buscada diminuir a circulação de pessoas nos prédios do STF, como forma de prevenção à doença.

Fux parabenizou os colegas integrantes da Corte pelo esforço em aplicar na integralidade a Justiça digital, que efetivamente é também a justiça do futuro. Para ele, o STF foi capaz de impedir que nesse momento pandêmico houvesse qualquer interdição de acesso à Justiça.

O ministro lembrou que, nesse período, houve diminuição do número de recurso extraordinários que chegaram ao Supremo. E atualmente o número de ações originárias ultrapassa as ações recursais.

Fonte: STF

A
Fechar Menu