Portuguese PT English EN Spanish ES
Em Natal, audiências de custódia mantêm 72 pessoas presas em janeiro
Em Natal, audiências de custódia mantêm 72 pessoas presas em janeiro

Responsável pelas audiências de custódia na capital, a Central de Flagrantes de Natal (RN) registrou a manutenção de 72 prisões em flagrante em janeiro – o equivalente a 53,3% dos casos. Das 135 audiências realizadas, 63 terminaram com a expedição de alvarás de soltura. Dados fornecidos pela unidade indicam que 79 indivíduos pagaram fiança e foram liberados em delegacias. Nesses casos, a pessoa detida não passou pela audiência, pois a legislação prevê a possibilidade de pagamento de valor financeiro para responder em liberdade.

A iniciativa do projeto da Audiência de Custódia – que consiste na apresentação de preso em flagrante ao juiz em até 24 horas – é do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), respaldada por legislação internacional. O procedimento foi adotado em todos os Tribunais de Justiça do país. Ao instituir as audiências, o TJRN segue determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) por meio de duas decisões.

Balanço – Desde 9 de outubro de 2015, quando o protocolo foi iniciado, o Judiciário potiguar já realizou 587 audiências de custódia, registrando, até o fim de janeiro, 13 casos de reincidência – quando o preso liberado na primeira apresentação volta a cometer algum delito. O valor equivale a 2,2% dos casos e não houve liberação de nenhum flagranteado reincidente.

Do total de audiências entre o último mês de outubro e janeiro desse ano, 324 resultaram na expedição de alvará de soltura (55,2%) enquanto 263 tiveram mandados de prisão expedidos (44,8%). Durante a audiência, o magistrado faz análise inicial sobre a legalidade da prisão e a necessidade ou não de sua permanência. O julgador realiza a qualificação do flagranteado, questionando sobre condições pessoais e as circunstâncias da prisão. Antes de decidir, o juiz deve ouvir representante do Ministério Público e o defensor público ou o advogado do flagranteado, se presentes.

Fonte: TJRN

A
Fechar Menu