Portuguese PT English EN Spanish ES
e-Revista CNJ: primeira edição de 2022 já está no ar
e-Revista CNJ: primeira edição de 2022 já está no ar
Compartilhe

A nova edição da Revista Eletrônica do CNJ, a primeira de 2022, foi lançada na última terça-feira (21/6), durante a 353ª Sessão Ordinária do Conselho Nacional de Justiça. A publicação traz 10 artigos sobre temas relacionados ao acesso à Justiça, além de seis votos de maior relevância social e impacto jurídico selecionados pelos conselheiros.

A publicação conta ainda com entrevista do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, que apresenta sua trajetória acadêmica e profissional. Participam também dessa edição, na seção Jurisprudência: Temas Relevantes, os conselheiros Sidney Pessoa Madruga, Richard Pae Kim, Mário Henrique Aguiar e Marcio Luiz Coelho de Freitas. Entre 2019 e 2022, a Revista registrou mais de 63 mil visualizações.

Leia o primeiro volume da sexta edição da Revista Eletrônica

Marcus Livio Gomes, secretário especial de Programas, Pesquisa e Gestão Estratégica do CNJ e editor-chefe da e-Revista, destacou que, desde a criação da publicação, em 2017, foram publicados 104 artigos. “Apesar do marco alcançado pela revista, o momento para a pesquisa científica é de reflexão. No primeiro semestre de 2022, completamos dois anos da pandemia da covid-19, que deixou marcas profundas nos indivíduos, nas famílias e nas comunidades. A  crise  evidenciou  a  importância  de  valorizar  a  ciência  e  a  metodologia  científica  e  fez  que  percebêssemos o quanto a desinformação e os vieses nos dados, que são publicados sem nenhum crivo científico, podem gerar caos e intensificar tragédias.”

O presidente do CNJ, ministro Luiz Fux, parabenizou e agradeceu aos autores dos artigos e dos votos publicados por compartilhar conhecimento. Fux agradeceu também a Coordenadoria de Gestão da Informação e Memória do Poder Judiciário e ao Departamento de Pesquisas Judiciárias.

Com veiculação semestral, a e-Revista do CNJ segue requisitos exigidos pelo sistema Qualis-Periódicos – gerenciado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). A produção é coordenada pela Secretaria Especial de Programas, Pesquisas e Gestão Estratégica do CNJ, cujo titular, Marcus Livio Gomes, é o editor-chefe da publicação. A organização está sob a responsabilidade do Departamento de Pesquisas Judiciárias. Todos os artigos enviados para apreciação são analisados tecnicamente por pareceristas anônimos, com doutorado na área e indicados pelo Conselho Editorial da publicação.

Texto: Thayara Martins
Edição: Thaís Cieglinski
Agência CNJ de Notícias

Macrodesafio - Aperfeiçoamento da gestão administrativa e da governança judiciária

Macrodesafio - Garantia dos direitos fundamentais

Macrodesafio - Fortalecimento da relação interinstitucional do Judiciário com a sociedade

A
Fechar Menu