Portuguese PT English EN Spanish ES
Digitalização no Judiciário do DF fortalece inclusão de pessoas com deficiência
Digitalização no Judiciário do DF fortalece inclusão de pessoas com deficiência
Foto: TJDFT
Compartilhe

“O trabalho aqui é muito bem realizado e com alcance social elevadíssimo por incluir pessoas com deficiência. Esse aspecto social para o Tribunal é muito relevante e a gente fica muito feliz em ver tudo isso”, afirmou na quinta-feira (7/7) o presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), desembargador Cruz Macedo.

Ele visitou a Coordenadoria de Editoração e Digitalização, que conta com 107 pessoas com deficiência, sendo 106 surdos e uma pessoa surda e cega, que atuam na digitalização de documentos e processos. A supervisora Iasmin Barbosa explicou como funciona o fluxo de trabalho, desde o recebimento da demanda até ser finalizado. Iasmin é também tradutora de Língua Brasileira de Sinais  (Libras).

Cruz Macedo conferiu de perto a equipe em atuação e os resultados da Coordenadoria. “Mais de uma vez que eu venho aqui acompanhar esse processo de digitalização e alguns serviços gráficos. Esse processo de digitalização nosso é referência.” Ao final da visita, se despediu em Libras.

Fonte: TJDFT

Macrodesafio - Aprimoramento da gestão de pessoas

A
Fechar Menu