Portuguese PT English EN Spanish ES
Imagem: Texto Indisponível 19

Adequações no PJe podem acelerar execuções fiscais

A adaptação do fluxo do processo de execução fiscal à lógica do Processo Judicial Eletrônico (PJe) é o desafio enfrentado pelo Grupo de Trabalho (GT) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) voltado à otimização da cobrança de dívidas ativas da Fazenda Pública. Criado em maio desde ano, o GT trabalha

Imagem: Texto Indisponível 59

Especialistas e magistrados debatem saídas para dívidas a conselhos profissionais

Encontrar uma solução para a cobrança da dívida ativa dos Conselhos Profissionais, minimizando a judicialização, é o objetivo de magistrados e especialistas reunidos no Seminário Dívida Ativa dos Conselhos Profissionais, realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na sede do Conselho da Justiça Federal (CJF), em Brasília, nesta segunda-feira (12/8).

Workshop de Numerau00e7u00e3o de Processos na Otimizau00e7u00e3o de Fluxos de Execuu00e7u00e3o Fiscal. FOTO: Luiz Silveira/Agu00eancia CNJ

Fluxos da execução fiscal são analisados com mineração de processos

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) reuniu magistrados e servidores de tribunais estaduais e federais para o workshop de Mineração de Processos na Otimização dos Fluxos da Execução Fiscal. A capacitação apresentou ferramentas para dar celeridade aos volumes relacionados às execuções fiscais, um dos grandes gargalos do sistema de Justiça.

Apresentau00e7u00e3o do Projeto de Execuu00e7u00e3o Fiscal Automatizada. FOTO: Luiz Silveira/Agu00eancia CNJ

CNJ usará automação e inteligência artificial para destravar execução fiscal

Fazer uso das ferramentas de automação e de inteligência artificial para concluir processos que pararam na fase da execução fiscal é o plano do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para os próximos meses. Quatro em cada 10 processos em tramitação nos tribunais brasileiros têm como objeto valores devidos ao Poder

Sistema otimiza trabalho de juu00edzes em demandas u00e0 Serasa

Justiça do Acre adota Serajud para evitar descumprimento de decisões

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), por meio da Corregedoria-Geral da Justiça, continua aprimorando as ferramentas para uma melhor prestação de serviço à comunidade. Para tanto, o Poder Judiciário Acreano aderiu ao Termo de Cooperação Técnica n.020/2014, celebrado entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a SERASA S.A

Imagem: Texto Indisponível 33

Conciliação: Itajaí (SC) ganha centro de solução de conflitos fiscais

O Tribunal de Justiça instalou no último mês, na comarca de Itajaí, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc – Temático Executivo Fiscal). Fruto do convênio n. 097/2017, firmado entre o Poder Judiciário e a Prefeitura Municipal de Itajaí, o novo órgão funcionará nas dependências do Fórum

Martelo da justiu00e7a

Metas do Judiciário: CE recupera R$ 51 mi com julgados da área fiscal

O Poder Judiciário cearense recuperou por meio de julgamentos de processos fiscais o montante de R$ 51.216.100,86 para o Estado do Ceará, durante o ano de 2017. Esse valor retornou aos cofres públicos após a conclusão de ações judiciais que cobravam dívidas tributárias e não tributárias.O desembargador do Tribunal de

Imagem: Texto Indisponível 79

SerasaJud: Boa Vista (RR) recupera R$ 800 mil por meio do sistema

O Tribunal de Justiça de Roraima, por meio da 2ª Vara da Fazenda Pública, aderiu em 2017, ao Termo de Cooperação Técnica do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com o Serasa, para efetivar a inclusão e exclusão dos devedores de execução fiscal do município de Boa Vista. Por meio da

Execuu00e7u00e3o Fiscal

Para agilizar trâmites, Serajud se torna obrigatório na Justiça baiana

Os magistrados da justiça de primeiro e segundo grau devem obrigatoriamente utilizar o sistema Serasajud quando for necessário encaminhar à Serasa ordens judiciais de inclusão de restrição, levantamento temporário ou definitivo de restrição. É o que determina o Decreto Judiciário nº 978, assinado pela presidente do Tribunal de Justiça da

Imagem: Texto Indisponível 35

Justiça estuda parceria para cumprir meta de execução fiscal na PB

O Tribunal de Justiça da Paraíba deu mais um passo para o cumprimento da Meta 5 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que dispõe sobre a política de desjudicialização e enfrentamento do estoque de processos de Execução Fiscal, até 31 de dezembro de 2017. Na manhã da última terça-feira (17),

A
Fechar Menu