Portuguese PT English EN Spanish ES
Corregedoria Nacional altera rotina de trabalho para prevenção do coronavírus
Corregedoria Nacional altera rotina de trabalho para prevenção do coronavírus
Foto: Arquivo

A Corregedoria Nacional de Justiça editou, nesta segunda-feira (16/3), duas portarias com medidas para o enfrentamento emergencial ao coronavírus (COVID-19). Os normativos tratam da adoção de trabalho remoto e da suspensão de atendimento presencial no órgão.

Leia também:
Comitê acompanha medidas sobre novo coronavírus nos tribunais
Corregedorias recebem orientação sobre prevenção ao coronavírus
CNJ informa adiamento de eventos
CNJ adota medidas preventivas ao coronavírus

As atividades de servidores efetivos, ocupantes de cargo em comissão e juízes auxiliares da Corregedoria Nacional poderão ser feitas por trabalho remoto, tendo prioridade os servidores e juízes auxiliares com filhos em idade escolar, bem como os maiores de sessenta anos e portadores de doenças crônicas.

Em relação ao atendimento ao público, o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, suspendeu, por prazo indeterminado, as audiências presenciais de partes e advogados no âmbito da Corregedoria Nacional de Justiça.

O atendimento ao público deverá ser realizado por telefone, sempre que possível, ou por videoconferência, quando se tratar de audiência com o corregedor nacional ou com os juízes auxiliares.

As portarias serão publicadas no DJe de terça-feira (17/3).

Corregedoria Nacional de Justiça

A
Fechar Menu