Portuguese PT English EN Spanish ES
. . . . . .
CNJ testa metodologia para a pesquisa Censo do Poder Judiciário em Sergipe
  • CNJ
CNJ testa metodologia para a pesquisa Censo do Poder Judiciário em Sergipe

Os conselheiros Jefferson Kravchychyn e Jorge Hélio estarão em Aracaju/SE, nesta quarta-feira (12/6), para testar a metodologia preparada para o Censo Nacional do Poder Judiciário, que será realizado neste ano. “O Poder Judiciário precisa conhecer urgentemente o seu maior patrimônio, que é composto pelos 400 mil servidores e 16 mil magistrados”, destacou Kravchychyn, um dos coordenadores do censo, após anunciar o início do projeto-piloto durante a sessão plenária do Conselho nesta terça-feira (11/6).

No dia 19, o teste também será feito em Santa Catarina. O projeto será conduzido pelo Departamento de Pesquisas Judiciárias do Conselho Nacional de Justiça (DPJ/CNJ). De acordo com o conselheiro Jorge Hélio, que também participa da coordenação dos trabalhos, esse será o primeiro diagnóstico populacional específico da história da Justiça. “A partir dele poderemos estabelecer diretrizes e políticas públicas para melhorar o acesso à Justiça”, salientou Jorge Hélio.

Segundo a diretora do DPJ, Janaína Penalva, o projeto-piloto nos estados de Sergipe e Santa Catarina vai testar a adequação do questionário elaborado pelos pesquisadores do CNJ, a logística e o sistema de comunicação e, também, aferir a adesão dos servidores e magistrados ao Censo.

“Essas experiências servirão de modelo para a aplicação em outros tribunais e vão possibilitar que qualquer dificuldade encontrada seja corrigida”, completou Kravchychyn. Por isso, segundo ele, a participação dos servidores e magistrados é fundamental.

Com a realização do censo, o CNJ espera obter levantamento das informações socioeconômicas e funcionais dos magistrados e servidores da Justiça. Essas informações são consideradas essenciais para a elaboração de políticas para o Judiciário, especialmente na área de recursos humanos.  
 
Gilson Luiz Euzébio e Mariana Braga
Agência CNJ de Notícias

A
Fechar Menu