Portuguese PT English EN Spanish ES
Auditoria das Urnas: concluído o treinamento de comissão no Amazonas
Auditoria das Urnas: concluído o treinamento de comissão no Amazonas
Foto: Antonio Augusto/TSE
Compartilhe

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) concluiu o treinamento da Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica (CAVE), responsável pelo Teste de Integridade. A verificação do grau de confiança das urnas já ocorre há 20 anos e é realizada pela Justiça Eleitoral no mesmo dia do pleito, com acompanhamento de uma empresa de auditoria externa.

O teste de integridade está previsto na Resolução TSE nº 23.673/2021 e consiste em uma espécie de batimento, cujo objetivo é verificar se o voto depositado é o mesmo que será contabilizado pelo equipamento. Trata-se de uma votação pública, aberta e auditada, que ocorre em urna já pronta para a eleição. Em processo filmado, votos em papel são digitados na urna, contados e o resultado comparado à totalização da urna. Eleitores reais não participam do Teste de Integridade.

A comissão tem como presidente o desembargador eleitoral Marcelo Vieira. Segundo ele, as eleitoras e eleitores, após a votação em duas sessões eleitorais, escolhidas pela CAVE, poderão participar, voluntariamente, do projeto-piloto. Para isso, posicionarão o dedo no leitor biométrico do aparelho escolhido e, em seguida, o equipamento será liberado para que auditores efetivamente façam a votação.

O Teste de Integridade das Urnas Eletrônicas não é novidade no pleito deste ano. O procedimento é idêntico em todas as eleições, desde quando foi implantado, há exatamente duas décadas. Salvo a questão da liberação da biometria, o restante do processo é absolutamente idêntico.

O treinamento dos convocados para atuar como auditores na CAVE no Teste de Integridade nas Urnas Eletrônicas iniciou na segunda-feira (19/02) e encerrou nesta quarta-feira (21/09). Além de servidores do TRE-AM, o grupo também terá funcionários do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT11), Defensoria Pública do Estado do Amazonas, Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado do Amazonas, Universidade do Estado do Amazonas e Secretarias de Estado da Saúde e da Educação.

Fonte: TRE-AM

Macrodesafio - Aperfeiçoamento da gestão administrativa e da governança judiciária

A
Fechar Menu