Menu
Siga o CNJ
Justiça do PA educa operários sobre violência domésticaCrédito: Ricardo Lima/TJPA
Justiça do PA educa operários sobre violência doméstica. Crédito: Ricardo Lima/TJPA.

Em comemoração ao Dia Mundial de Combate à Violência contra a Mulher, em 25 de novembro, o Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) assinou termo de cooperação, com o Pro Paz e o Sindicato da Indústria da Construção do estado (Sinduscon), com o propósito de formalizar as ações em todo a região, para o combate à violência contra a mulher. O termo de cooperação foi assinado na quinta-feira (24/11) pelo presidente do tribunal, desembargador Constantino Augusto Guerreiro, na sede do TJPA. De acordo com a Coordenadoria Estadual das Mulheres Vítimas de Violência Doméstica, o Judiciário paraense atuará por meio dos magistrados das comarcas do interior e da equipe multidisciplinar na capital.

O Pro Paz realizará ações em seus núcleos distribuídos nas cidades de Altamira, Tucuruí, Santarém, Bragança, Paragominas e Breves. Já o Sinduscon fará a intermediação junto às empresas da construção civil para a realização de palestra e rodas de conversas nos canteiros de obras aos operários.

A primeira atividade proveniente da assinatura do termo foi na sexta-feira (18/11). A equipe multidisciplinar do TJPA, o Pro Paz e o Sinduscon realizaram palestra para 600 trabalhadores da construção civil. A ação é parte do projeto Mãos à Obra: trabalhadores difundindo uma cultura de paz e respeito à mulher, ligado à coordenadoria.

A desembargadora Elvina Gemaque Taveira, que representou o tribunal no evento, enfatizou a necessidade de agilizar processos de violência doméstica, com o apoio de todos que integram o sistema de Justiça, incluindo promotoria, defensoria pública, advogados e servidores. "São imperiosas ações em caráter preventivo, direcionadas às mulheres e, principalmente, aos homens, que devem tratar suas companheiras com o respeito e a atenção que elas merecem", observou.

A gestora da Central de Serviços do Sinduscon, Eliana Veloso Farias, ressaltou como será a participação do sindicato na promoção dessas palestras. “Realizaremos encontros em canteiros diferentes. Serão seis encontros no formato de participação integrada entre técnicos de Pro Paz, abordando sobre aspectos psicossociais da violência doméstica e Tribunal de Justiça, que tratará sobre a mesma temática sob o ponto de vista legal”, disse.

Fonte: TJPA


Tópicos: Lei Maria da Penha,violência contra a mulher,TJPA,Boas práticas

SEPN Quadra 514 norte, lote 9, Bloco D CEP: 70760-544 

Telefones - 55 61 2326-5000/5001 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.

W3C Válido