.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Sede do Conselho Nacional de Justiça CNJ, em Brasilia. Foto: Gil Ferreira/Agência CNJ
Sede do Conselho Nacional de Justiça CNJ, em Brasilia. Foto: Gil Ferreira/Agência CNJ

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, encaminhou, na tarde de hoje (7/6), ofício ao juiz federal Marcelo da Costa Bretas, da 7ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, solicitando informações sobre os fatos narrados em matéria jornalística publicada pelo site de notícias UOL.

Segundo a matéria, o magistrado teria se manifestado, por meio de postagem no Twitter, sobre os acontecimentos recentes com o jogador de futebol brasileiro Neymar. “A conduta do juiz federal pode caracterizar, em tese, conduta que viola os deveres impostos aos magistrados, conforme exposto no artigo 35 da Lei Orgânica da Magistratura (Loman), VIII e artigos 3º e 4º do Provimento 71/2018, da Corregedoria Nacional de Justiça”, destacou o ministro Martins.

O magistrado tem cinco dias para prestar as informações à Corregedoria Nacional de Justiça.

Corregedoria Nacional de Justiça


Tópicos: corregedoria nacional de justiça