.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Redes sociais. FOTO: iStock
Redes sociais. FOTO: iStock

 O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza, de 1 a 3 de abril, em Brasília, o seminário "Os Juízes e as Mídias Sociais". Temas como a regulamentação do uso dessas ferramentas, bem como o impacto delas na vida dos magistrados serão debatidos em três painéis. Além disso, os participantes do evento, que vai ocorrer no Tribunal Superior do Trabalho (TST), vão integrar grupos de trabalho para discutir aspectos educacionais e disciplinares do uso desses recursos pelos integrantes do Poder Judiciário.

A conferência de abertura do evento será proferida pelo professor da Universidade de São Paulo Eduardo Carlos Blanca Bittar e terá a mesa presidida pelo ministro do TST e conselheiro do CNJ, Aloysio Corrêa da Veiga.

O primeiro dia do evento trará três painéis: "O que são as mídias sociais e o seu impacto sobre a vida dos magistrados", "Como a sociedade vê o uso das mídias sociais pelos juízes" e "Panorama global sobre a regulamentação do uso de mídias sociais pelos juízes". Jornalistas, professores e magistrados estão entre os expositores destacados na programação.

A discussão dos aspectos disciplinares e educacionais do uso de mídias sociais será o foco no segundo dia do seminário. Os participantes serão divididos em grupos de trabalho e vão elaborar propostas para normatizar os procedimentos. No terceiro dia, no encerramento do evento, essas sugestões serão consolidadas

Mais informações podem ser acessadas na página oficial do seminário.

Agência CNJ de Notícias


Tópicos: Mídias sociais