.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
A neurociência da negociação e resolução de conflitos ambientais foram alguns dos temas tratados pelo professor Pierr Duzert nos dois dias de curso - Foto: Eric Bezerra/TJMG
A neurociência da negociação e resolução de conflitos ambientais foram alguns dos temas tratados pelo professor Pierr Duzert nos dois dias de curso - Foto: Eric Bezerra/TJMG

O fim de semana de 40 integrantes do Poder Judiciário e do Ministério Público foi de crescimento profissional e aprendizado. Eles participaram do curso “Negociação em Causas Complexas”, promovido pelo Observatório Nacional sobre Questões Ambientais, Econômicas e Sociais de Alta Complexidade, Grande Impacto e Repercussão, criado em fevereiro pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Leia mais:CNJ e CNMP criam observatório para dar resposta célere a catástrofes

“Apresentamos nossos votos de congratulações ao professor Yann Duzzert pela excelência do curso ministrado na presente data e aos presidentes do CNJ e do CNMP, respectivamente, ministro Dias Toffoli, e procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, tanto pela realização desse importante evento quanto pela instituição do Observatório”, afirmaram os participantes em documento assinado no fim da última aula, neste sábado (16/3).

A capacitação teve como objetivo preparar os participantes para atuarem em conflitos gerados por grandes tragédias, como os rompimentos das barragens de Brumadinho e Mariana. O evento ocorreu na sede do Tribunal de Justiça de Minas Gerais e contou com a presença dos conselheiros do CNMP, Valter Shuenquener, e do CNJ, Maria Tereza Uille.

"A ideia aqui é capacitar, sem jamais interferir no mérito da decisão judicial ou no mérito do entendimento do Ministério Público”, afirmou Maria Tereza Uille. "Trata-se de aprimorar as técnicas que os integrantes do sistema de Justiça dispõem para lidar com os temas complexos", complementou Valter Shuenquener. 

Negociação

A capacitação em “Negociação em causas complexas” foi ministrada pelo professor Yann IgorPierr Duzert, especialista em negociações ambientais, que apresentou aos presentes técnicas destinadas a ampliar a probabilidade de se chegar a acordos judiciais e a aumentar a produtividade dos acordos firmados.

Na avaliação do professor, “formas mais eficazes de negociação abarcam a ética, a capacidade de se respeitar as diferenças, a escuta atenta dos envolvidos, a franqueza amistosa, a elegância moral e o respeito à identidade dos envolvidos nos conflitos em conceitos tratados no âmbito da responsabilidade social”.

Entre os temas abordados no curso constam os conceitos da negociação, a neurociência da negociação, a biologia do comportamento, a ciência da decisão, a mediação ambiental, a resolução de conflitos ambientais e a avaliação de opções.

Pierr Duzert é expert mundial em negociações ambientais. Renomado internacionalmente, ele tem doutorado em Gestão do Risco da Informação da Decisão, pela École Normale Supérieure de Cachan-École Polytechnique de Paris, e pós-doutorado em Gestão de Conflitos na Área Ambiental, pelo Massachusetts Institute of Technology.

Com informações da Assessoria de Comunicação do CNMP


Tópicos: Observatório