.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Ministra Cármen Lúcia dá posse ao advogado Valdetário Monteiro no CNJ. FOTO: Luiz Silveira/Agência CNJ
Ministra Cármen Lúcia dá posse ao advogado Valdetário Monteiro no CNJ. FOTO: Luiz Silveira/Agência CNJ

Em cerimônia realizada logo após a 43ª Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a presidente do Conselho e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, deu posse a um novo conselheiro do CNJ: o advogado Valdetário Monteiro. 

Ele assume uma das vagas destinadas à indicação do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em substituição a Norberto Campelo, que se despediu do CNJ na sessão desta terça.

Após a assinatura do termo de posse, a ministra Cármen Lúcia deu as boas-vindas ao novo conselheiro. “É com muito orgulho que o CNJ recebe mais um representante deste grande instituto do Direito brasileiro. Desejo que possa nos ajudar a prestar o melhor serviço ao cidadão brasileiro”, afirmou a presidente do Conselho. 

Entre outras autoridades, participaram da cerimônia o presidente nacional da OAB, Cláudio Lamachia, o presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira, e o presidente do Supremo Tribunal Militar, ministro José Coêlho Ferreira. O novo conselheiro recebeu os cumprimentos de magistrados, advogados e parlamentares. 

Professor convidado da Escola Superior da Advocacia da OAB do Ceará e professor titular do curso de Direito do Centro Universitário Estácio, na disciplina Direito Tributário e Financeiro, Monteiro é membro da Academia Cearense de Letras Jurídicas e do Instituto dos Advogados do Ceará. Presidiu, por dois mandatos, a seccional Ceará da OAB e já atuou como representante institucional da Ordem no CNJ. 

Despedida

A posse do novo integrante foi antecedida por um breve discurso de Norberto Campelo, que participou de sua última sessão, concluindo seu mandato de dois anos. “Gostaria de agradecer a oportunidade de ter participado deste colegiado. O CNJ é o maior acontecimento do Judiciário brasileiro, que já apresenta importantes resultados em pouco mais de 10 anos de criação”, disse o conselheiro, que ocupava a vaga agora assumida por Valdetário Monteiro. 

Thaís Cieglinski

Agência CNJ de Notícias

 


Tópicos: novos conselheiros