.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Brasília 27/10/2015 Homenagem Conselheira Luiza Frischeisen.Foto:Gilmar Félix/Agência CNJ
Brasília 27/10/2015 Homenagem Conselheira Luiza Frischeisen.Foto:Gilmar Félix/Agência CNJ

Representante do Ministério Público da União no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nos últimos dois anos, a conselheira Luiza Cristina Frischeisen participou nesta terça-feira (27/10) de sua última sessão plenária, onde recebeu as homenagens dos colegas de Plenário.

Escolhida para prestar as homenagens, a conselheira Daldice Santana lembrou a dedicação de Luiza Frischeisen no exercício do cargo. “Apesar do pouco tempo em que convivemos, fiquei tocada e impressionada pela dedicação de Vossa Excelência”, afirmou.

Para a conselheira Daldice Santana, a forma como Luiza defende seu posicionamento faz que ela consiga encarnar com perfeição o papel de defensora da sociedade. “Você honra o Ministério Público, é uma guerreira, é aquela que defende o seu ponto de vista com firmeza e conhecimento técnico”, disse o conselheiro Arnaldo Hossepian, membro do Ministério Público estadual, ao falar sobre a admiração pela colega.

A subprocuradora-geral da República Ela Wiecko de Castilho, presente à 219ª Sessão Ordinária, lembrou que a dedicação da conselheira ao CNJ fez que ela deixasse de participar de um processo de promoção ao cargo de subprocuradora-geral. “Não há ninguém que deixe de reconhecer o quanto você abraça a causa do MP, que é a causa de toda a sociedade, e o quanto você agiu aqui no CNJ sempre norteada pelos princípios constitucionais”, afirmou. Apenas recentemente, com a iminência do final de seu mandato, a conselheira foi promovida.

Ao pedir a palavra, a conselheira Luiza Cristina Frischeisen se disse honrada por ter participado do CNJ e lembrou ser a remanescente da formação anterior do colegiado, renovada recentemente com a troca de dez de seus 15 membros. “Ter participado deste Conselho foi uma honra e uma alegria, com momentos de embate e momentos de consenso, como eu acho que deve ser todo colegiado”, disse a conselheira.

“Esse colegiado leva agora a missão de aprimoramento do Poder Judiciário, do exercício da Corregedoria e de traçar diretrizes que possam melhorar a vida de cada um dos jurisdicionados e também dos juízes e servidores que compõem a Justiça”, concluiu. O substituto da conselheira Luiza Cristina Frischeisen será o procurador regional da República Rogério Nascimento, lotado na 2ª Região.

Tatiane Freire
Agência CNJ de Notícias

Matéria atualizada em 28/10/2015, às 09:54.


Tópicos: decisões do CNJ,sessão cnj