.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Brasília, 16/06/2015 - Posse do Ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Lélio Bentes Corrêa, como Conselheiro do CNJ. Foto: Luiz Silveria/Agência CNJ
Brasília, 16/06/2015 - Posse do Ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Lélio Bentes Corrêa, como Conselheiro do CNJ. Foto: Luiz Silveria/Agência CNJ

Tomou posse, na manhã desta terça-feira (16/6), como conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Lelio Bentes Corrêa, em cerimônia que antecedeu a 28ª Sessão Extraordinária do Conselho. O ministro indicado pelo TST foi sabatinado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado em 8 de abril, teve sua indicação aprovada pelo Plenário da Casa em 13 de abril e a nomeação publicada no Diário Oficial da União em 29 de maio.

O presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, saudou o novo conselheiro, que exercerá mandato de dois anos, ocupando a vaga que a ministra do TST Maria Cristina Peduzzi deixou em abril. Lewandowski ressaltou a importância da trajetória do ministro na justiça trabalhista para integrar o órgão de cúpula do Judiciário.

"Mais que um membro do Conselho Nacional de Justiça, o ministro Lelio Bentes Corrêa é, na verdade, um conselheiro da República. Integra um órgão importantíssimo, que é o segundo na hierarquia do Poder Judiciário Nacional. Vossa Excelência traz enorme experiência na carreira da Justiça do Trabalho, galgou todos os postos, chegou a ministro do Tribunal Superior do Trabalho e tenho certeza de que trará excelente e profícua contribuição para as atividades deste conselho, trazendo a perspectiva desta importante justiça que é a Justiça do Trabalho", afirmou o presidente.

Bentes é ministro do TST desde 29 de julho de 2003, quando passou a ocupar o posto destinado pela Constituição Federal a representantes do Ministério Público do Trabalho (MPT), instituição que integrava desde 1989. Natural de Niterói/RJ, Bentes é bacharel em Direito pela Universidade de Brasília (UnB) e mestre em Direito Internacional dos Direitos Humanos pela Universidade de Essex, Inglaterra. O ministro foi subprocurador-geral do Trabalho, chefiou a Coordenadoria Nacional de Combate ao Trabalho Infantil e Proteção do Trabalhador Adolescente e integrou o Conselho Superior do MPT.

Manuel Carlos Montenegro
Agência CNJ de Notícias


Tópicos: Posse